Paul George e a mudança para os Clippers: «Esta é a minha casa»

Basquetebol 15-01-2020 19:40
Por Redação

Paul George foi uma das contratações sonantes do período de free agency desta época na NBA. O ex-jogador dos Oklahoma City Thunder juntou-se ao campeão pelos Toronto Raptors, Kawhi Leonard, numa troca que enviou  Danilo Gallinari e Shai Gilgeous-Alexander, mais sete escolhas de draft, cinco delas de primeira ronda, para os OKC.

 

Esta dupla projetou as atenções para a cidade de Los Angeles, dado que do outro lado, estão os Los Angeles Lakers com quem partilham o Staples Center. Lebron James, Anthony Davis e Dwight Howard, Kyle Kuzma, eram os outros nomes de peso na Califórnia, que passou a ser novamente o foco. 

 

Em entrevista concedida à ESPN, o basquetebolista, de 29 anos, explicou todo o processo da contratação até voltar à Califórnia. 

 

«As pessoas pensaram que era uma manobra basquetebolística, mas por muitas razões, era mais do que basquetebolística, vem de algo mais profundo. Tudo começou comigo a dar os parabéns [ao Kawhi Leonard].

 

Sobre como foi o negócio da troca: «Foi aí que tudo começou, depois ganhou vida própria. Estivemos sempre otimistas, mas sempre incertos. Não sei explicar como é que te sentes, como criança sonhas com isto. Imaginei os meus pais a ver-me jogar no Staples Center.»

 

Prosseguiu: «Imaginei-me a jogar em Los Angeles, a ser um All-Star, uma superestrela. Mas penso que o melhor de tudo é que antes dos jogos quando sou introduzido, ouça o nome Paul George, de Palmdale, Califórnia, não estou a jogar pelos Clippers. Esta é a minha casa. Estou a jogar pela minha terra natal.»

 

A superestrela concluiu: «Quando crescia em Palmdale, sempre soube que amava o basquetebol. Não sabia quão longe iria chegar. Mas o que queria conseguir na minha carreira era voltar a casa e estar perto dos meus.»

 

 

Ler Mais
Comentários (1)

Últimas Notícias