«Como se fosse o último jogo das nossas vidas», Isaac Santos, presidente do Canelas

Taça de Portugal 14-01-2020 20:11
Por Redação

O Canelas não ganha há três jogos, não marcou qualquer golo nesta sequência de partidas no Campeonato de Portugal, mas esta é a semana mais animada de trabalho dos gaienses, crescendo o transe por um momento único, acelerando o batimento cardíaco pela expetativa de um lugar nas meias-finais da Taça de Portugal, até porque o adversário não é daqueles que feche quase a cem por cento as possibilidades de sucesso. E reina ainda um desejo maior associado à façanha desportiva, um duplo embate com o FC Porto.

«Tudo pode acontecer, é tudo novo para nós. Vamos com tudo, vamos jogar como se fosse o último jogo das nossas vidas. Todos querem jogar no Dragão», garante Isaac Santos, que pendurou as chuteiras na época passada, com 44 anos, sendo agora presidente e elemento da equipa técnica de Tiago Margarido.

 

Plantel portista a pensar no Dragão

 

No plantel dos gaienses está pelo segundo ano consecutivo o avançado Tiago Penantes, goleador de serviço na época transata, este ano mais desinspirado…ainda sem fazer o gosto ao pé. O possante atacante, de 31 anos, suspira pela hora de entrar em campo no Fontelo.

«É o jogo das nossas vidas. Isto é algo extraordinário para nós, nunca chegamos tão longe na Taça. Para mim é um desafio único. Nem é pensar tanto nas meias-finais, é pensar na possibilidade de defrontar o FC Porto e ir ao Dragão», relata Tiago Penantes, confirmando que há um sentimento azul-e-branco no plantel do Canelas, não fosse Fernando Madureira uma ligação fortíssima entre os clubes.

«A esmagadora maioria é portista. Só um ao outro é que não o são. Para qualquer um ir ao Dragão é algo incrível, mas também o seria se fosse a outro campo dos grandes», regista Penantes, desmistificando outra imagem de marca do Canelas, de futebol vil e grosseiro.

«Eu cheguei o ano passado e não vi nada que justificasse o que diziam. O Canelas já não tem nada a ver com essa fama, joga bom futebol, tem bons jogadores com tem provado no Campeonato. O jogo com o Sertanense ajudou a limpar a imagem e este vai ser igual», garante Tiago Penantes, que reencontrará na equipa do Académico Bruninho, que foi seu parceiro de ataque no Candal e no Padroense.

«Vai ser muito difícil, sabemos que é uma equipa profissional, de escalão superior mas nós queremos fazer Taça. A pressão está do lado deles. Sinceramente não conheço muito do Académico, só o Pica e o Bruninho. Gosto muito dele, admiro-o muito e não esqueço a grande época que fez comigo no Padroense, onde marcou 22 golos. Ainda vamos trocar umas impressões», assegura o avançado do Canelas.

Ler Mais
Comentários (0)

Últimas Notícias

Mundos