Ex-banqueiro condenado à morte por corrupção

China 29-12-2019 19:25
Por Redação

O antigo presidente do banco chinês Hengfeng Bank foi condenado à pena de morte, por crimes de corrupção, nos quais desviou 754 milhões de yuan (quase 100 milhões de euros) em ações do próprio banco para a sua conta pessoal, entre 2008 e 2013.

 

De acordo com o veredicto do Tribunal Popular Intermédio de Yantai da cidade de Shandong, Jiang Xiyun «aceitou ainda subornos no valor de mais de 60 milhões de yuan (7,7 milhões de euros) juntamente com outro executivo do banco».

 

No início do mês, o Hengfeng Bank tornou-se o mais recente banco chinês a pedir um resgate financeiro, vendendo cerca de 12,5 mil milhões de euros em ações a investidores – alguns deles ligados ao fundo do Estado chinês e empresas apoiadas pelo Governo de Xi Jinping.

 

A pena, embora tenha um caráter provisório de dois anos, pode ser comutada para prisão perpétua se o condenado mostrar bom comportamento.

Ler Mais

Últimas Notícias