Selby desfaz Gilbert (6-1) e na final: a um passo de 18.º título em Glasgow

Snooker 14-12-2019 17:50
Por António Barroso

O inglês Mark Selby, de 36 anos, quinto do ranking e tricampeão mundial (2014, 2016 e 2017), qualificou-se na tarde deste sábado para a final do Scottish Open, prova da época 2019/2020 da World Snooker a decorrer até domingo, dia 15 do corrente mês, em Glasgow, ao voltar a cilindrar o compatriota David Gilbert, de 38 anos, 12.º da hierarquia – a quem já tinha vencido por 9-1 na final do English Open da presente temporada – por 6-1, na primeira das meias-finais do torneio disputadas neste dia, na Emirates Arena.

 

Mais uma demonstração de imperial superioridade do Jester from Leicester (Selby) ante o compatriota de Tamworth, que parece sumir-se pelo buraco da fechadura quando defronta aquele que é seu grande amigo e parceiro de treinos. Um jogo de sentido único, com Selby, que está agora a um curto passo de somar 18.º título em provas de ranking (tem 17) – e seu segundo da época e primeiro no Open da Escócia, onde o melhor que tinha conseguido já igualou, chegar à final, como há 16 anos, em 2003 (7-9, ante David Gray) -  a embalar até 4-0 ao intervalo, e a anotar entradas de 76 e 84 pontos nos terceiro e quarto parciais, respetivamente.

 

Gilbert, com breaks de 64 e 66 pontos, resgatou a quinta partida para o 1-4, mas nova entrada, agora centenária, de 132 pontos, no quinto parcial, deixou Mark a curta distância da meta (5-1), fechada logo após: entrada de 69 pontos… e o 6-1. Acabou-se gás a David após gala ante Trump (5-2). A outra meia-final em Glasgow – a jogar ainda à melhor de 11 frames, até um vencer seis (de 6-0 a possíveis 6-5) opõe, a partir das 19 horas, o campeão de 2018, o norte-irlandês Mark Allen, de 33 anos, sétimo da hierarquia, ao inglês Jack Lisowski, de 28 anos, 14.º do ranking.

 

O Open da Escócia, prova da época 2019/2020 da World Snooker, pontua para o ranking, é uma das quatro provas Home Nations Series (com Open da Inglaterra, Irlanda do Norte e de Gales) e decorre até domingo, dia 15, na Emirates Arena em Glasgow. Distribui £405 mil (€486.162) de prémios, das quais £70 mil (€84.028) ao campeão, com o vice-campeão a embolsar £30 mil (€36.012), quantia que Mark Selby tem já assegurada por uma semana de trabalho, no mínimo. Chegar às meias-finais valeu a David Gilbert £20 mil (€24.008).

 

A final é domingo, à melhor de 17 possíveis frames em duas sessões (13 e 19 horas): é campeão o primeiro a vencer nove partidas (9-0 a possíveis 9-8). Mark Allen defende o título de 2018 (9-7 a Shaun Murphy na final) no torneio, transmitido para Portugal (EuroSport).

 

Meias-finais, este sábado (apurado a negro):

Mark Selby-David Gilbert, 6-1

Mark Allen-Jack Lisowski (19 horas)

 

Final do Scottish Open, domingo (hora local e de Portugal continental):

Mark Allen/Jack Lisowski-Mark Selby (13 e 19 horas)

Ler Mais
Comentários (1)

Últimas Notícias