Jogadores de Levante e Saragoça absolvidos em caso de corrupção

Espanha 09-12-2019 23:16
Por Redação

Os 36 jogadores de Levante e Saragoça que estavam a ser julgados por um alegado caso de corrupção desportiva foram esta segunda-feira absolvidos pelo Tribunal Penal de Valência. Já Agapito Iglesias e Javier Porquera, ex-presidente e ex-dirigente do Saragoça, respetivamente, foram condenados a um ano e três meses de prisão por falsificação de documentos.

 

O juiz considerou que ambos justificaram de forma fraudulenta a saída de 1,7 milhões de euros das contas do Saragoça para pagar prémios aos jogadores caso estes garantissem a permanência no principal escalão do futebol espanhol.

 

O Ministério Público defendeu a tese de que esse dinheiro estava destinado aos jogadores do Levante com o objetivo de perderem o encontro da última jornada da época 2010/11 para que o Saragoça evitasse a despromoção (e evitou ao vencer por 2-1). A tese de resultado combinado não ficou, porém, prova em tribunal e os 36 jogadores dos dois clubes acabaram por ser absolvidos.

 

O Fisco, que deu andamento ao processo após a denúncia de Javier Tebas, então vice-presidente e agora presidente da Liga espanhol, deverá recorrer da decisão do tribunal valenciano.

 

Ler Mais
Comentários (0)

Últimas Notícias