Ding na final do 'UK' e Ronnie renuncia ao Masters

Snooker 07-12-2019 17:36
Por António Barroso

O chinês Ding Junhui, de 32 anos, 14.º da hierarquia mundial, é o primeiro finalista do UK Championship, após ter vencido na tarde deste sábado, na primeira meia-final da prova da época 2019/2020 da World Snooker, o compatriota Yan Bingtao, de 19 anos, 19.º do ranking, por 6-2, em York (Inglaterra), palco da prova até domingo, dia 8 do corrente mês.

 

Ding venceu o torneio em 2005 (10-6 ante Steve Davis na final) e 2009 (10-8 ante John Higgins), e tenta o ‘tri’… na sua terceira final. E também o seu 14.º título em provas de ‘ranking’. Bingtao tentava segundo título em provas de ranking, após a vitória no Masters de Riga, esta temporada, e a sua terceira final, depois da perdida para Mark Williams no Open da Irl. Norte 2017 (8-9).

 

Mas foi Ding, cujo último título remonta ao Grand Prix de 2017, em Yushan (China), e que há 22 meses não atingia as meias-finais de torneio algum – neste entretanto, tornou-se… pai – a prevalecer na primeira meia-final da história de um dos três eventos da Tripla Coroa (UK, Masters e Mundial) entre dois profissionais chineses.

 

Entradas de 68, 65 e 60 pontos, nas primeira, segunda e terceira partidas, respetivamente, valeram-lhe liderança por 3-0 antes de o compatriota atenuar (1-3) antes do descanso. Mas nada de novo na segunda metade: supremacia nunca beliscada de Ding, com Yan Bingtao a anotar entrada de 95 pontos, no sexto parcial, como o seu melho num jogo que Ding fechou com ‘breaks’ de 53 e 60 pontos, no sétimo e oitavo parciais.

 

O norte-irlandês Mark Allen, de 33 anos, sétimo do ranking, e o escocês Stephen Maguire, de 38 anos, 15.º da hierarquia mundial, digladiam-se a partir das 19 horas, na segunda meia-final, de onde sairá o adversário do asiático, num dia marcado pelo anúncio da World Snooker de que o inglês Ronnie O’Sullivan, de 44 anos, terceiro da hierarquia e pentacampeão mundial (2001, 2004, 2008, 2012 e 2013) não participará no Masters, a realizar no Alexandra Palace, em Londres, de 12 a 19 de janeiro de 2020. E será Ali Carter a substituir Ronnie na competição reservada aos 16 melhores da hierarquia.

 

Alegados motivos pessoais estarão na base da decisão do Rocket, recordista de vitórias no torneio, com sete. Ali Carter, 17.º da hierarquia, ganha o lugar de Ronnie na prova.«Não são razões pessoais, essa expressão é talvez um pouco forte demais por parte da World Snooker. Simplesmente acho que o Masters deve ser para quem está aplicado a 110 por cento em vencer, e eu sei que agora não estaria. Tenho outras coisas para fazer na minha vida, por isso declinei», explicou Ronnie ao EuroSport..

 

A segunda meia-final no ‘UK’ ainda será jogada, a partir das 19 horas, à melhor de 11 frames, até um ganhar seis (de 6-0 a possíveis 6-5). A final, domingo, já será até um ganhar dez parciais (de 10-0 a possíveis 10-9).

 

O UK Championship, torneio da época 2019/2020 da World Snooker pontuável para o ranking, iniciou-se a 26 de novembro e decorre em York (Inglaterra) até domingo, dia 8 do corrente mês.

 

O UK Championship, prova da Tripla Coroa (com o Masters e o Mundial) atribui 1,009 milhões de libras (1,18 milhões de euros) em prémios, das quais £200 mil (€237.090) ao campeão. Chegar às meias-finais valeu a Bingtao £40 mil (€47.718), enquanto Ding tem já garantido um mínimo de £80 mil (€94.836), prémio para o vice-campeão.

 

Meias-finais, sábado, este sábado (apurado a negro:

Ding Junhui-Yan Bingtao, 6-2

Stephen Maguire-Mark Allen (19 horas)

 

Final do UK Championship, domingo (hora local e em Portugal continental):

Ding Junhui-Stephen Maguire/Mark Allen (13 e 19 horas)

Ler Mais
Comentários (0)

Últimas Notícias