«Seria uma injustiça termos perdido, são dois pontos perdidos»

Marítimo 07-12-2019 18:48
Por Redação

José Gomes estrou-se nos Barreiros como treinador do Marítimo com um empate (2-2) com o Santa Clara. 

 

«Os jogadores interpretaram muito bem a estratégia de jogo, as coisas resultaram. Marcámos um golo e criámos várias oportunidades, que poderíamos ter convertido em golo e, se assim fosse, poderíamos ter resolvido o jogo na primeira parte.
Na segunda parte mais erros, bolas perdidas», avaliou, o que justificou a recuperação do Santa Clara. 

 

O golo de Rúben Ferreira em cima dos 90 deu o empate: «Acabou por ser um desfecho que diminui a injustiça que seria termos perdido. Em casa, contra o Santa Clara, tínhamos claramente a obrigação de ganhar, portanto, são dois pontos perdidos.»

 

O treinador pediu tempo para colocar as suas ideias na equipa: «O que dá confiança é o sucesso que se obtém à medida que vamos fazendo as coisas. Se estivermos a escrever textos, como jornalista, e o chefe de redação permanentemente rejeitar, porque acha que está mal feito, não nos dá confiança. Um jogador até pode jogar muito bem, mas, se sistematicamente não ganhar, acaba por haver uma nuvem que retira clareza e frieza no momento de decidir.»

 

Ler Mais
Comentários (25)

Últimas Notícias