Lágrimas na festa da Taça Davis

Ténis 25-11-2019 11:46
Por Redação

No seguimento da conquista da Taça Davis com a seleção espanhola, Rafael Nadal, em declarações no final do torneio, enalteceu o grande esforço e Roberto Bautista, elevando-o à condição de herói, depois de este se ter ausentado na quinta-feira, devido à morte do pai, e ter regressado no sábado, para treinar e disputar a final de domingo junto da restante equipa.

 

«Ganhei oito partidas, mas a pessoa vital nesta Taça Davis, foi Roberto Bautista. O que fez não é humano. O seu pai morreu, ele deixou a deleção, voltou ontem (sábado), treinou-se e hoje (domingo) estava preparado para jogar ao mais alto nível.»  

 

Quanto a Bautista, 9.º no ranking ATP, fez questão de jogar a final, não só para dedicar a vitória ao pai, mas também à sua mãe, que morreu em maio de 2018 num acidente de viação.

 

«Nem sei sinceramente o que dizer. Pude despedir-me do meu pai. Meti-me no carro e vim para aqui para apoiar a equipa. Nem me passou pela cabeça jogar, mas o meu pai ter-me-ia puxado as orelhas se tivesse ficado em casa! Não troco esta partida e o apoio que senti hoje, por nada deste mundo», disse entre lágrimas, enquanto arrancava o choro a todos os presentes.

 

Ler Mais
Comentários (0)

Últimas Notícias