Conceição fala do apedrejamento: «Não podemos passar a linha entre a paixão e a estupidez»

FC Porto 29.09.2022 19:08
Por Redação

Sérgio Conceição falou pela primeira vez sobre o apedrejamento de que o carro onde seguia a família foi alvo após a derrota (0-4) diante do Club Brugge, para a Liga dos Campeões.


O treinador dos dragões agradeceu o apoio que recebeu nos dias seguintes e condenou a situação.


«Foi um episódio que me abalou a mim e à minha família. Claro que foi. Aproveito para agradecer o apoio que recebi de todos os quadrantes e sem distinção clubística. Agradeço a todos os tiveram um gesto ou uma palavra de apoio para comigo e a minha família. Ontem tive uma visita ao IPO, foi algo que me tocou bastante, e disse que trocava todas as vitórias e os momentos felizes que tive na carreira pela saúde daqueles meninos. E pela minha família é exatamente a mesma coisa, trocava todo o sucesso desportivo pelo bem estar dos meus. Não há mais nada a acrescentar, oxalá tivesse sido eu a ser atacado. Foi um ataque feio a pessoas que não estão ligadas diretamente ao sucesso desportivo», atirou o técnico durante a conferência de lançamento do jogo com o SC Braga, concluindo:


«O caso está em investigação. Cheguei com 15 anos, já são muitas épocas desde os juniores como jogador, agora como treinador... Tive a ajuda de todo o clube para ser o treinador mais titulado da históri a par do Artur Jorge. Mas isto pelos vistos não conta para as pessoas. Não podemos é passar a linha entre a paixão e vontade de vencer e a estupidez. Foi um gesto inqualificável!»



Ler Mais
Comentários (2)

Últimas Notícias