«Benfica? Uma coisa é ouvir falar, outra é conhecer»

Futsal 25-05-2020 17:39
Por Redação

No Benfica desde 2017, Robinho, ala da equipa de futsal das águias, continua rendido à dimensão do clube da Luz.

 

«O Benfica tem nome de clube grande, só que uma coisa é ouvirmos falar e outra coisa é conhecermos. Em qualquer lugar do mundo ouvimos falar do Benfica e, antes de eu vir para aqui, um grande amigo meu, o Davi, que jogou cá, disse-me que este era um grande clube e que eu teria a estrutura necessária para estar sempre em condições. É tudo o que eu nunca tive em onze anos a jogar na Rússia… Lá, cheguei a levar anestesia para jogar, não tínhamos fisioterapeuta, nutricionista, nada disso. Quando cheguei ao Benfica pude comprovar as condições que oferece. Só quem está aqui sabe dizer a grandeza do clube», salientou o jogador de 37 anos, em declarações no Instagram do clube, reproduzidas no site do Benfica.

 

Robinho não esquece o título de campeão nacional, conquistado na época passada.

 

«Foi inesquecível. Normalmente eu choro antes do jogo, nunca gostei de chorar depois do jogo, mas quando ganhei o título nacional, na época passada, foi depois do jogo que chorei, porque ninguém sabe como é o nosso dia a dia, a pressão que sofremos, tudo o que passamos. Quando perdemos o título em Alvalade, há dois anos, doeu muito, então eu disse para mim mesmo que não podia deixar escapar a oportunidade de ser campeão por tudo o que já tínhamos passado e consegui. Foi uma superação incrível», congratulou-se.

Ler Mais

A PAIXÃO CONTINUA EM CASA


O momento particular que vivemos determina a permanência das pessoas em casa além do fecho de todas as lojas comerciais alterando dramaticamente os hábitos das pessoas no que toca à leitura e ao acesso à informação.

Neste momento de grandes dificuldades para todos, estamos a trabalhar a 100% para continuar a fazer-lhe companhia todos os dias com o seu jornal A Bola , o site ABOLA.pt e no canal A Bola Tv.

Mas este trabalho só vale a pena se chegar aos seus clientes de sempre sem os quais não faz sentido nem é economicamente sustentável.

Para tanto precisamos que esteja connosco, que nos faça companhia, assinando a versão digital de A Bola e aproveitando a nossa campanha de assinaturas.

ASSINE JÁ

Comentários (4)

Últimas Notícias

Mundos