Cientistas portugueses matam bactéria em tempo recorde em simulacro

País 18-11-2019 13:07
Por Redação

Investigadores portugueses conseguiram detetar e combater em tempo recorde uma bactéria desconhecida, num simulacro de surto num hospital.

 

As equipas do Instituto de Tecnologia Química e Biológica da Universidade Nova de Lisboa, do Instituto Gulbenkian de Ciência e do Instituto de Medicina Molecular trabalharam de forma articuladas num projecto, rentabilizando tempo e tecnologia.

 

O prazo previsto para a conclusão deste simulacro era de oito dias, mas as equipas multidisciplinares conseguiram «matar» a  bactéria em em seis, no âmbito da simulação, cujo cenário era um pedido feito por hospital fictício a braços com uma infeção por uma bactéria desconhecida.

Ler Mais

Últimas Notícias