Ursula von der Leyen primeira mulher a presidir à Comissão Europeia

Parlamento Europeu 16-07-2019 18:51
Por Redação

A alemã Ursula von der Leyen será, a partir de 1 de novembro, a primeira mulher a presidir à Comissão Europeia, substituindo o luxemburguês Jean-Claude Juncker.

 

A até agora ministra da Defesa alemã, proposta pelo Conselho Europeu no mês passado, foi confirmada pelo Parlamento Europeu esta terça-feira.

 

Votaram 733 eurodeputados, dos quais 383 se pronunciaram a favor da candidata, 327 contra e 22 abstiveram-se, tendo havido 1 voto nulo.

 

«Muitos parabéns!», ouviu-se em Estrasburgo depois do anúncio do resultado da votação, feito pelo presidente do Parlamento Europeu, David-Maria Sassoli.

 

Seguiu-se um sonoro aplauso e o italiano explicou que agora há que nomear os 27 comissários que, com Von der Leyen, irão formar a Comissão Europeia.

 

O país com maior população da União Europeia retoma, assim, a chefia do executivo comunitário, que ocupou entre 1958 e 1967 com Walter Hallstein.

 

Von der Leyen está no Governo federal desde que Angela Merkel se tornou chanceler, em 2005, tendo ocupado a pasta do Trabalho e Segurança Social até 2009 e a da Defesa desde então.

 

Von der Leyen tem 60 anos.

O FUTURO COM O NOSSO PASSADO


Porque A BOLA não quer que o jornalismo deixe de ser o jornalismo de qualidade que se faz da grande história, da investigação e da grande reportagem – nós temos esse jornalismo (o jornalismo que fez com que se falasse de A BOLA como a Bíblia) para lhe continuar a dar.

Porque A BOLA não quer que o jornalismo deixe de ser o jornalismo do texto criativo e sedutor e da opinião acutilante que não se faz de cócoras ou de mão estendida – nós temos esse jornalismo para lhe continuar a dar…

… e para nos ajudar a manter e a melhorar esse jornalismo sério e independente com o timbre de A BOLA,

Junte-se a nós nesse novo desafio ao futuro, tornando-se nosso assinante.

ASSINE AQUI

A Edição Digital de A Bola

Ler Mais

Últimas Notícias