Paris exige a Trump que não se intrometa na sua política interna

França 09-12-2018 16:55
Por Redação

O governo francês criticou duramente as mensagens que o presidente dos EUA, Donald Trump, publicou, este sábado, no Twitter, sobre os protestos dos Coletes Amarelos e nas quais manifestou apoio aos manifestantes.

 

Num programa de televisão da RTL, o ministro dos Negócios Estrangeiros francês pediu a Trump para não se intrometer na política interna do país.

 

Depois de um primeiro tweet, onde ligava os protestos em Paris a uma eventual contestação ao acordo sobre as alterações climáticas, que os EUA rasgaram, o presidente americano voltou à carga horas depois. Com a mesma tese.

 

«Dia e noite muito tristes em Paris. Talvez seja chegada a altura de acabar com este ridículo e extremamente caro Acordo de Paris e devolver o dinheiro às pessoas na forma de impostos mais baixos», escreveu Donald Trump na rede social. E acrescentou: 

 

«Os EUA são o grande país grande que reduziu as emissões no ano passado».

 

Palavras que tiveram resposta quase imediata do ministro dos Negócios Estrangeiros francês.

 

«Já disse a Trump e o presidente da República também já o disse: nós não tomamos parte nos debates internos americanos, deixe-nos viver a nossa vida de nação», exigiu Jean-Yves Le Drian, no programa Grand Jury.

Ler Mais

Últimas Notícias