Miguel Oliveira, herói e barbeiro (vídeo)

Moto GP 23-11-2020 09:45
Por Redação

Depois de todas as emoções em pista -  pole position, recorde da pista, volta mais rápida, e vencedor do GP Portugal, Miguel Oliveira teve ainda de cumprir um desafio.


«Foi o fim de semana perfeito, mas psicologicamente não foi fácil fazer uma corrida assim. Liderar desde o arranque até à bandeira de xadrez... passam muitas coisas pela cabeça, mas foi uma corrida sonhada», contou, depois à Sport TV. «Pelo que sei foi um pouco aborrecido», admitiu  Miguel, que cumpriu várias voltas no segundo 39 (1,39 m) mas só acreditou no fim que a vitória era sua. «Não percebi logo que ganhara. Tinha tanto medo que não fosse a última volta… estava em pânico. Vi a placa do circuito, indicando que faltava uma volta, a dos tempos da equipa, mesmo assim queria certificar-me de que era a última. Quando encarei o posto de comissários, que está mais alto, e vi a bandeira de xadrez à espera, aí tive a certeza», recordou ao canal, de onde sábado tinha partido um desafio - em caso de vitória, deveria cortar o longo cabelo ao comentador Vítor Martins, que viu o seu «destino» traçado assim que Miguel cortou a meta.

 

De máquina na mão, Miguel assumiu a tarefa, depois de o comentador confessar que não cortava o cabelo desde 1990. «Vai ser um inverno duro», previu-se...

 

Ler Mais
Comentários (10)

Últimas Notícias