Renovações de matrículas automáticas para a maioria dos alunos depois de «ataques informáticos» ao Portal

Educação 07-07-2020 16:01
Por Redação

O Ministério da Educação informou esta quarta-feira que decidiu mudar as regras para as matrículas escolares, este ano efetuadas online, devido às grandes dificuldades sentidas pelos pais desde início do mês para renovar as matrículas dos filhos no Portal das Matrículas.

 

Assim, serão consideradas automáticas as passagens dentro do mesmo ciclo e da mesma escola, ou seja, as renovações de matrícula para os 2.º, 3.º, 4.º, 6.º, 8.º, 9.º, 11.º e 12.º anos passam a processar-se de forma automática, com exceção para as transferências de estabelecimento de ensino. 

 

Do mesmo modo, apenas os alunos que entrem, no próximo ano lectivo, no 5.º, 7.º e 10.º anos vão ter que fazer a respectiva inscrição através do Portal das Matrículas, se ainda não fizeram.

 

Decorriam desde maio as inscrições para pré-escolar e 1.º ano, que terminaram no início do mês de julho; o Portal experimentou dificuldades a 1 de julho e no dia 2 de julho esteve em manutenção para reforço do servidor. O prazo final para as inscrições era até 12 de julho.

 

Em comunicado enviado às redações, o Ministério da Educação justifica a decisão pelo «fluxo de acessos associado a páginas conexas ao Portal das Matrículas que estiveram em baixo (...) e ataques informáticos de elevada complexidade, que estão a ser acompanhados pelo Centro Nacional de Cibersegurança, e que provocaram graves bloqueios no sistema».

Ler Mais

Últimas Notícias