André Ventura vai demitir-se da liderança do Chega

Política 04-04-2020 17:30
Por Redação

O líder do Chega e deputado único pelo partido, André Ventura, vai apresentar a demissão, avançou o Observador.

 

Na madrugada de hoje, segundo a revista Sábado, André Ventura comunicou às lideranças do partido, a nível nacional e distrital, a intenção de ir a eleições em setembro para uma «clarificação interna», como descreve numa mensagem privada.

 

«Os ratos têm de abandonar o Chega e vão fazê-lo nem que seja a última coisa que eu faça!», lê-se na mensagem enviada via Whatsapp, a que a revista Sábado teve acesso.
 

A abstenção do deputado do Chega na votação do decreto presidencial para a renovação do estado de emergência foi alvo de muitas críticas internas.

 

«Sei que muitos ficaram apreensivos e estupefactos com o sentido de voto do Chega face à declaração do estado de emergência.

 

«Recebi as vossas mensagens e preocupações», frisa.

 

O parlamentar dá duas justificações para se ter abstido: «a possibilidade expressamente prevista de libertação de presos e a política de endividamento das empresas e famílias». 

Esta nova crise interna foi a gota de água, culminando na demissão do líder.

 

«Crítica leal e aberta é uma coisa, outra são grupos e grupinhos que se continuam a agrupar à margem do partido para condicionar a liderança nacional. Continuam a sair notícias que deviam ser exclusivamente internas sem que ninguém se responsabilize. Não o permitirei. Nunca!», lê-se na mensagem via Whatsapp.

Após André Ventura oficializar a demissão, a liderança do Chega fica em gestão até à próxima convenção. 

 

«Temos de estar unidos e penso que uma clarificação interna faz mais falta do que nunca, a nível nacional e - nalguns casos, a nível distrital - pois há conflitos que parecem não ter solução sem uma ida às urnas», escreveu Ventura ainda na mensagem enviada via Whatsapp.

 

Além de alterar a estrutura partidária, fonte da direção do Chega explicou que está em cima da mesa uma alteração da direção e uma alteração aos estatutos do partido.
 

Ler Mais

A PAIXÃO CONTINUA EM CASA


O momento particular que vivemos determina a permanência das pessoas em casa além do fecho de todas as lojas comerciais alterando dramaticamente os hábitos das pessoas no que toca à leitura e ao acesso à informação.

Neste momento de grandes dificuldades para todos, estamos a trabalhar a 100% para continuar a fazer-lhe companhia todos os dias com o seu jornal A Bola , o site ABOLA.pt e no canal A Bola Tv.

Mas este trabalho só vale a pena se chegar aos seus clientes de sempre sem os quais não faz sentido nem é economicamente sustentável.

Para tanto precisamos que esteja connosco, que nos faça companhia, assinando a versão digital de A Bola e aproveitando a nossa campanha de assinaturas.

ASSINE JÁ

Últimas Notícias