Pyongyang ameaça acelerar programa de armas nucleares

Coreia do Norte 21-01-2020 20:18
Por Redação

A Coreia do Norte ameaçou, esta terça-feira, acelerar o programa de armamento nuclear e procurar «novos caminhos» para defender os seus interesses», face ao impasse nas negociações com os Estados Unidos (EUA), que exigem que o país renuncie «imediatamente» ao seu arsenal nuclear, enquanto Pyongyang pede que seja levantada parte das sanções económicas internacionais, impasse negocial que dura há vários meses.

 

Ju Yong Chol, representante norte-coreano na ONU (Organização das Nações Unidas), disse, na Conferência de Desarmamento, que decorre em Genebra (Suíça), que os esforços do seu país para negociar com os EUA estão a esbarrar contra «obstáculos intransponíveis».

 

«Embora os EUA falem de uma retoma do diálogo, não pretendem abandonar a política hostil em relação à República Popular Democrática da Coreia», disse Ju Yong Chol.

 

Em dezembro de 2019, o presidente Kim Jong-un anunciou que se sentia desobrigado de cumprir a moratória de testes balísticos intercontinentais, justificando estar apostado «em desenvolver novas armas estratégicas».

 

O representante da Coreia do Norte na ONU recordou ainda que se os EUA persistirem «em impor sanções e exercer pressão», Pyongyang será «forçado a procurar novos caminhos para defender a soberania e os supremos interesses nacionais».

Ler Mais

Últimas Notícias