Neurocientista norte-americana do Centro Champalimaud recebe bolsa de € 2 milhões

País 10-12-2019 11:10
Por Redação

A neurocientista norte-americana Megan Carey, do Centro Champalimaud, em Lisboa, recebeu uma bolsa de dois milhões de euros do Conselho Europeu de Investigação, para estudar a coordenação do movimento pelo cérebro.

 

A investigadora, a trabalhar desde 2010 no Centro Champalimaud, onde lidera o Laboratório de Circuitos Neuronais e Comportamento, já tinha recebido, em 2014, uma bolsa do Conselho Europeu de Investigação, no valor de 1,5 milhões de euros.

Ler Mais

Últimas Notícias