Autoridades abrem investigação criminal sobre mortes junto ao vulcão Whakaari

Nova Zelândia 10-12-2019 11:39
Por Reedação

A polícia da Nova Zelândia vai investigar se houve responsabilidades dos operadores turísticos, e outras instituições, na morte de pelo menos cinco pessoas na sequência da erupção do vulcão Whakaari.

 

Para além das cinco mortes há ainda oito pessoas que estão desaparecidas, e com poucas hipóteses de estarem vivas, afirmou o vice-comissário de polícia da Nova Zelândia, John Tims em conferência de imprensa.

 

As autoridades indicaram que 31 pessoas estão hospitalizadas, devido às feridas e queimaduras causadas na sequência da erupção, que lançou rochas e uma grande quantidade de cinzas. Três dos feridos já tiveram alta, acrescentaram. 21 pessoas estão em estado grave.

Ler Mais

Últimas Notícias