Espargaró com várias fraturas na queda em Portimão; campeão critica circuito

Moto GP Espargaró com várias fraturas na queda em Portimão; campeão critica circuito

MOTO GP25.03.202308:33

O espanhol Pol Espargaró (GasGas), que sexta-feira protagonizou violenta queda na segunda sessão de treinos para o Grande Prémio de Portugal, ficou com múltiplas fraturas, segundo avaliação realizada no hospital de Faro. Espargaró despistou-se e  embateu com violência nos muros de proteção, sendo atingido pela própria moto nas costas. 

O primeiro diagnóstico, na clínica do circuito, detetou traumatismos no peito e nas costas, sendo que o piloto nunca teve perda de consciência.  

A organização do Moto GP informou mais tarde que o piloto sofreu fratura de mandíbula, fratura vertebral dorsal e uma contusão pulmonar.

O acidente aconteceu a cerca de 14 minutos do final da sessão, tendo sido mostrada bandeira vermelha e a sessão cancelada.

O campeão mundial, o italiano Pecco Bagnaia (Ducati), terceiro nas sessões livres, a 0,110 segundos de Miller, criticou a segurança do Autódromo Internacional do Algarve, na sequência do acidente com o espanhol Pol Espargaró. «Sem esta gravilha não era bandeira vermelha. Era um acidente forte, mas não era bandeira vermelha. Quando o Pol chegou à gravilha, começou a acelerar. Penso que as barreiras de ar são mais pequenas ou nem sequer estavam lá», referiu o transalpino, lembrando que «os pilotos estão a pedir a melhoraria das condições da pista, nomeadamente a gravilha, há quatro temporadas».
 

Vídeos

shimmer
shimmer
shimmer
shimmer