Fórmula E em Nova Iorque

Automobilismo 09-07-2021 21:43
Por José Caetano, em Brooklyn

O Mundial de Fórmula E entra na reta final. Em Brooklyn, Nova Iorque, no circuito com 2,367 km e 14 curvas construída no terminal de cruzeiros da cidade que não dorme e… acordou, depois de muito fustigada pela pandemia da Covid-19 (só neste estado, mais de 2,12 milhões de infeções e 53.000 mortes, ao dia de ontem!), antepenúltimo fim de semana da temporada, com duas corridas no bairro de Red Hook, com vista tanto para Manhattan como para a Estátua da Liberdade.

 

No circuito ao lado das águas do 'East River', António Félix da Costa, da DS Techeetah, apresenta-se com o objetivo somar o máximo de pontos, de modo a manter-se firme na corrida à revalidação do título que venceu, brilhantemente, o ano passado! Realizados nove dos 15 e-Prix no calendário da Época 7 do campeonato de monolugares elétricos, o português é terceiro na classificação, com menos 12 pontos do que Edoardo Mortara (Venturi). No entanto, entre o suíço e o 10.º no Mundial, o francês Jean-Éric Vergne, há apenas 22 pontos de diferença – e a vitória numa corrida vale 25.

 

«A competição é tremenda. Já todos perdemos pontos onde não pensávamos que isso acontecesse, como sucedeu connosco em Valência, mas reagimos bem e vencemos no Mónaco. Temos argumentos para lutarmos sempre pelas vitórias. O primeiro objetivo, aqui, é somarmos o máximo de pontos. Estamos preparados para corridas de trás para frente. A 3.ª posição no Mundial penaliza-me na qualificação: estou no Grupo 1, quase sempre o mais lento. Conseguindo-se mais, melhor», disse-nos Félix da Costa.

 

Amanhã, qualificação a partir das 17.30 horas e corrida com arranque marcado para as 21h34 – este e-Prix, como habitualmente, tem 45 minutos (mais uma volta). Félix da Costa, em 2019, na última visita da Fórmula E a Brooklyn, conseguiu um pódio (3.º), precisamente na prova de sábado. Domingo, qualificação às 14h30 e corrida às 18.34 horas.

 

2022: 16 corridas, três cidades estreantes

 

Finalmente, em Nova Iorque, a Fórmula E também anunciou calendário provisório para a Época 9 (2022). No campeonato, 16 corridas, e-Prix novos (Cidade do Cabo/África do Sul, Vancouver/Canadá e Seul/Coreia do Sul) e uma data livre (4 de junho)! O Mundial, o segundo da disciplina, realizar-se-á entre 28 de janeiro e 14 de agosto. A participação do Félix da Costa ainda não está confirmada, pelo menos com a DS Techeetah. Antecipam-se mudanças importantes na equipa franco-chinesa campeã em 2018-19 e 2019-20. Novidades nos próximos dias.

Ler Mais
Comentários (0)

Últimas Notícias