Hamilton renova pela Mercedes por 40 milhões de euros!

Fórmula 1 07-02-2021 14:36
Por José Caetano

O arranque do Mundial de 2021 aproxima-se rapidamente – primeira corrida anunciada para 28 de março, em Sakhir, no Bahrein –, mas mantém-se a dúvida sobre a renovação do contrato de Lewis Hamilton com a escuderia Mercedes-AMG, a dupla que coleciona títulos e vitórias desde o início da ligação, em 2013.

 

Hamilton, em 2020, igualou o registo de títulos mundiais de Michael Schumacher (sete) e estabeleceu recordes novos na Fórmula 1, nomeadamente pole position (98) e triunfos em grandes prémios (95). Já a equipa alemã baseada em Brackley, Inglaterra, conseguiu o 7.º Mundial de Construtores consecutivo, proeza sem precedentes no campeonato que a Federação Internacional do Automóvel (FIA) introduziu em 1950.

 

Mas, di-lo o portal «f1-insider», finalmente, há 'fumo branco': o acordo Lewis Hamilton e Mercedes-AMG está mais do que finalizado, depois de semanas de especulações e rumores sobre o futuro do piloto de 36 anos, antecipando-se para os próximos dias o anúncio do prolongamento do «casamento». Este acordo, garante-o a mesma fonte, será válido apenas por uma temporada, mas inclui cláusula para extensão automática da relação até ao final do Mundial de 2023.

 

Os números do negócio são astronómicos, o que não surpreende. Hamilton é o piloto de Fórmula 1 mais bem pago e esta situação manter-se-á em 2021, com o acordo a valer ao britânico qualquer coisa como 40 milhões de euros por temporada. O britânico pretendia mais dinheiro e mais anos de contrato, mas encontrou-se solução de compromisso capaz de satisfazer as partes: assim, como contrapartida do aumento de ‘apenas’ um milhão de euros, Lewis passa a desfrutar da possibilidade de colocar patrocinadores pessoais tanto no capacete como no fato de competição…

 

O contrato, também de acordo com o portal, não inclui a cláusula ‘anti-Verstappen’ que permitiria a Hamilton vetar a contratação do piloto holandês da equipa Red Bull-Honda pelos alemães. Este problema colocar-se-á apenas na próxima tempo, após o ponto final mais do que provável na ligação dos heptacampeões mundiais com Valtteri Bottas. Max tem vários adeptos na Mercedes-AMG mas, na corrida à sucessão do finlandês, o piloto na ‘pole position’ é o britânico George Russell (Williams).

Ler Mais
Comentários (9)

Últimas Notícias

Mundos