Grande Prémio de Portugal comprometido

Fórmula 1 04-02-2021 23:08
Por José Caetano

 

A notícia é do diário desportivo transalpino La Gazzetta dello Sport e sustenta-se em fontes da Fórmula 1, campeonato organizado por entidade que tem homem-forte novo: Stefano Domenicali. O Circuito de Portimão estava na ‘pole position’ para a receção da terceira corrida do Mundial de 2021, que tem arranque marcado 28 de março, no Bahrein, mas a indefinição originada pela pandemia da COVID-19 no nosso País está a comprometer o regresso do campeonato a Portugal, a 25 de abril, uma semana depois do Grande Prémio da Emília-Romanha, em Imola, Itália.

 

De acordo com as mesmas fontes, atualmente, é (muito) mais provável a organização de uma segunda corrida no Bahrein, na configuração mais rápida de Sakhir, repetindo 2020 em 2021, do que a realização de um Grande Prémio de Portugal, que foi reintroduzido no mapa da Fórmula 1 no ano passado, após 24 anos fora do calendário do Mundial. E, aparentemente, a razão não é somente a pandemia. Este ano, para receber corrida do campeonato, o Circuito de Portimão confrontar-se-á, também, com exigências financeiras maiores.

 

No esboço de calendário novo, Bahrein a 28 de março, Sakhir a 4 de abril e mudança na data do Grande Prémio da Emília-Romanha de 18 para 25 de abril. E antecipam-se mais alterações no programa do campeonato do Mundo, mais na segunda metade da época do que na primeira, consequência da impossibilidade de antecipar a hipótese de controlo da pandemia da COVID-19, com Nürburging, Alemanha, no topo da lista de alternativas.

 

Portugal e Portimão estão confirmados nos calendários tanto do Mundial de Resistência (WEC) como no MotoGP, com corridas marcadas para 4 e 18 de abril. E estas certezas confirmam que a Fórmula 1 no nosso País não depende só da redução do número de infeções pelo coronavírus novo. Nas próximas semanas, (mais) decisões.

Ler Mais
Comentários (1)

Últimas Notícias

Mundos