Racing Point perde 15 pontos e é multada em 400.000 €

Fórmula 1 07-08-2020 17:29
Por José Caetano

A Federação Internacional do Automóvel (FIA) puniu a Racing Point com a perda de 15 pontos e multa de 400.000 €, depois de investigação da comissão técnica do entidade concluir que a equipa violou os regulamentos da competição por equipar o monolugar de 2020 (RP20) com condutas de ar para arrefecimento dos travões iguais à do F1 W10 com que a Mercedes-AMG ganhou os títulos de pilotos e construtores de 2019.

 

O processo foi despoletado pela Renault após o Grande Prémio da Estíria, no Red Bull, Ring, na Áustria, a 12 de julho, que apresentou queixa à FIA por considerar que o RP20 é um “clone” do F1 W10…. Os primeiros rumores sobre as irregularidades técnicas nos Racing Point remontam a fevereiro, aos testes de pré-temporada realizados no Circuito da Catalunha-Barcelona.

 

A FIA retirou 7,5 pontos a cada Racing Point inscrito na prova da Estíria e repreendeu a escuderia inglesa por não introduzir quaisquer alterações nos monolugares na Hungria e na Grã-Bretanha. A investigação da Comissão Técnica também concluiu que a equipa recebeu as condutas de ar para arrefecimento dos travões da Mercedes-AMG no dia 6 de janeiro.

 

A Racing Point contesta a decisão e argumenta que o sistema de 2020 é uma evolução do de 2019, mas a FIA concluiu que as condutas traseiras do RP20 foram desenvolvidas e fabricadas pela Mercedes-AMG, por isso recorrendo a expediente proibido este ano. A escuderia tem só 24 horas para manifestar interesse na apresentação de um recurso de decisão que a Renault admite contestar, por entender que a penalização não inibe a rival de utilizar o mesmo componente até ao final da temporada.

Ler Mais
Comentários (3)

Últimas Notícias

Mundos