Rali Dakar terá percurso com 75% de areia e a presença de 11 portugueses

Rali Dakar 20-11-2019 11:40
Por Redação

Foram onze anos, número que corresponde ao tempo em que o Rali Dakar se disputou na Ámerica do Sul. A maior prova de todo-o-terreno do mundo, este ano vai-se realizar na Árabia Saudita, uma estreia absoluta e terá um percurso composto por 75% de areia com a presença de 11 portugueses. 

 

No total, são 12 etapas e para percorrer os participantes terão pela frente, 7800 km. A competição dará início a 5 de janeiro de 2020 em Jeddah, com uma tirada de 752 quilómetros, 319 dos quais ao cronómetro.

 

Esta é a 42.ª edição da história da competição, o piloto Paulo Gonçalves, que no passado já ficou em segundo lugar na prova, faz equipa com o cunhado Joaquim Rodrigues. Jr. Por sua vez, estão também Mário Patrão da KTM, Sebastian Bühler e na Yamaha segue-se  António Maio e há ainda Fausto Mota montado numa Husqvarna. Ao todo são seis motas.

 

Quanto aos carros, Pedro Bianchi Prata, participa como navegador de Conrad Rautenbach (PH Sport) na categoria SSV e do outro lado, José Martins alinha com um DAF nos camiões. Filipe Palmeiro será outro dos portugueses presentes, vai ser o navegador do piloto russo Boris Garafulic, além disso há a estreia dos irmãos, Ricardo e Manuel Porém na Borgward oficial.

 

A maior etapa será disputada no dia 14 de janeiro, entre Wadi Al-Dawasir e Haradh, com 891 quilómetros e o dia 11 marcará o descanso dos pilotos, mas só terão 10 minutos para reparar as máquinas. Além dos dados evidenciados, há um muito curioso, a estreia de Alonso no Rali Dakar. 

 

 

Ler Mais
Comentários (1)

Últimas Notícias