Granítico Higgins com Judd na final da Champions que a A BOLA TV transmitirá em direto

Snooker 21-11-2021 06:45
Por António Barroso

Mais de cinco horas de jogo e uma ode à resistência física e mental dos dois ases do pano verde na sessão noturna de sábado em Bolton (Inglaterra) acabaram com o escocês John Higgins, de 46 anos, número sete da hierarquia e tetracampeão mundial (1998, 2007, 2009 e 2011) a vencer o chinês Yan Bingtao, de 21 anos, 12.º do ranking, na negra (6-5), ganhar a meia-final e a apurar-se para o duelo decisivo da Champion of Champions, prova da elite dos ases dos panos verdes mundial que ABOLATV transmite em exclusivo para Portugal, este domingo, frente ao inglês Judd Trump, de 32 anos, número dois da tabela e campeão mundial em 2019.

 

Verdadeira maratona em que o Feiticeiro de Wishaw (Higgins) se desforrou do desaire que o ‘Tigre’ (Bingtao) lhe impusera na final do Masters (8-10).  Hino ao snooker e a melhor jornada de propaganda desta variante do bilhar: prendeu todos pela emoção e qualidade do espetáculo, de imprevisibilidade total e tensão até final. Mentalmente e fisicamente só ao alcance de dois campeões.

 

Bingtao, que afastou Shaun Murphy (4-1) e Mark Selby (6-3) no torneio, começou melhor e chegou a 2-0, o escocês fez 1-2 com entrada de 51 pontos. Um quarto ‘frame’, de titânica e longa batalha defensiva, caiu para Yan: chegou ao intervalo na frente, por 3-1. 

 

Higgins ‘Comeback King’ (rei das recuperações) surgiu em pleno após o descanso e, com três parciais de rajada, virou a seu favor e pela primeira vez liderou o marcador a 4-3 (‘break’ de 70 pontos), para fechar na 11.ª partida com entrada de 89 pontos para a sua segunda final da prova, após a vitória em 2016 (10-7 a Ronnie O’Sullivan). Uma ‘meia’ que A BOLA TV transmitiu na íntegra em exclusivo para Portugal durante a madrugada deste domingo, como todo o torneio da época 2021/22 da World Snooker.

 

Já Judd Trump, inglês de 32 anos, número dois da hierarquia (e campeão mundial 2019) – que bateu o compatriota Kyren Wilson, de 29 anos, número cinco mundial (e vice-campeão mundial em 2020) na primeira meia-final, jogada na sexta-feira,, por 6-0- tenta estreia em títulos na Champion of Champions, após derrotas nas finais de 2014 e 2019.

 

A BOLA TV transmite em direto este domingo na íntegra a final, à melhor de 19 parciais, até um chegar a 10 (10-0 a possíveis 10-9), em duas sessões, às 13 horas (nove parciais) e 19 horas os restantes necessários mais (até possíveis mais dez, se for à ‘negra’, 10 -9.

 

 O comentador e gestor comercial Nuno Miguel Santos será o convidado em estúdio na sessão da tarde e o treinador World Snooker Nélson Batista na decisiva (noturna), acompanhados por António Barroso.

 

Refira-se que John e Judd já disputaram duas finais do Mundial: vitória de Higgins em 2011 (18-15) e desforra de Trump em 2019 (18-9). No histórico das carreiras de ambos, será o 34. º duelo: nos 33 anteriores, 17 vitórias de Judd e 16 de John. Equilíbrio extremo.

 

Primeira Champion of Champions do inglês ou segunda do escocês?

 

Será a terceira final para Judd Trump na Champion of Champions e está a uma vitória do primeiro título: à terceira poderá ser de vez, após os desaires no jogo decisivo em 2014 (7-10 ante o compatriota Ronnie O’Sullivan) e 2019 (9-10 ante o australiano Neil Robertson).

 

A final é, pois, duelo de criar água na boca, com o campeão a levar para casa £150 mil (€175 mil) e o o finalista vencido a embolsar £60 mil (€70 mil), verba mínima que Judd e John já garantiram, enquanto Kyren e Bingtao, ao ficarem-se pelas meias-finais, amealharam £30 mil (€35 mil). O vencedor irá suceder ao norte-irlandês Mark Allen, campeão em 2020 (10-6 a Neil Robertson).

 

 

Oito campeões do Mundo começaram a Champion of Champions, dois – com cinco títulos entre eles, quatro deles de Higgins, suprareferidos – vão disputar a final. Pelo caminho ficaram Mark Williams (2000, 2003 e 2018), Neil Robertson (2010), Shaun Murphy (2005), Mark Selby (2014, 2016, 2017 e 2021), Stuart Bingham (2015) e Ronnie O’Sullivan (2001, 2004, 2008, 2012, 2013 e 2020).

 

O torneio da elite do snooker mundial não pontua para o ‘ranking’ e é reservado (por convite) a vencedores de torneios nos últimos 12 meses. Contou com a totalidade do ‘top 10’ mundial, recorde-se.

 

RESULTADOS DA CHAMPION OF CHAMPIONS

 

Grupo 1 (apurado a negro):

Judd Trump-David Lilley, 4-1

Stephen Maguire-Ryan Day, 2-4

Judd Trump-Ryan Day, 6-0

 

Grupo 4 (apurado a negro):

Neil Robertson-Mark Williams, 4-2

Kyren Wilson-Jordan Brown, 4-2

Neil Robertson-Kyren Wilson, 4-6

 

Grupo 2 (apurado a negro):

Mark Selby-David Gilbert, 4-3

Shaun Murphy-Yan Bingtao, 1-4

Mark Selby-Yan Bingtao, 3-6

 

Grupo 3 (apurado a negro):

Ronnie O’Sullivan-Stuart Bingham, 4-2

John Higgins-Ding Junhui, 4-3

Ronnie O’Sullivan-John Higgins, 1-6

 

MEIAS-FINAIS (apurados a negro):

Judd Trump-Kyren Wilson, 6-0

Yan Bingtao-John Higgins, 5-6

 

FINAL (este domingo, 13 e 19 horas de Portugal continental):

Judd Trump-John Higgins

Ler Mais
Comentários (0)

Últimas Notícias