Boavista campeão nacional da 1.ª, 2.ª e 3.ª divisões de Pool PT

Bilhar 14-09-2021 14:39
Por António Barroso

Com três equipas distintas de atletas – uma em cada escalão – o Boavista conquistou na semana em curso os títulos de campeão nacional de Pool Português (PT) da 1.ª, 2.ª e 3.ª divisões, ao vencer as respetivas Fases Finais das provas organizadas pela Federação Portuguesa de Bilhar, que decorreram no Hotel das Termas da Curia (Anadia).

 

No escalão principal, o Boavista, com uma equipa capitaneada por Bruno Fumega e composta ainda por João Sousa, Eduardo Barros, João Barbosa, Guilherme Teixeira, João Leite e Samuel Santos, fez o pleno: sete vitórias noutros tantos jogos, e 21 pontos (63 parciais ganhos, 35 perdidos), com a Académica de Coimbra a sagrar-se vice-campeã nacional, com 14 pontos (quatro vitórias, dois empates e uma derrota), e o Dynamic (Braga) a fechar o pódio, com 13 pontos, com quatro vitórias, um empate e duas derrotas.

 

No Hotel das Termas da Curia, os axadrezados venceram sucessivamente a New Academy por 9-4, o Clube de Bilhar de S. João da Madeira por 9-3, o SC Braga por 9-5, o Clube de Bilhar Pedro Grilo (9-3), os madeirenses da Academia de Bilhar Miguel Silva (9-7) e a Académica de Coimbra também por 9-7: percurso invicto.

 

Antes, durante a Fase Intermédia da prova, e para aceder a um dos oito lugares na Fase Final, a equipa do ‘Boavista FC 6’ vencera, por falta de comparência (9-0) a Quinta do Falcão, o GD Renascente por 9-4 e a Académica de Coimbra por 9-7. Foram dez jogos, dez vitórias.

 

Outras sete vitórias na 2.ª divisão

 

Já na Fase Final da 2.ª Divisão do Campeonato Nacional de Pool PT, a variante do bilhar mais popular e com mais atletas federados em Portugal, numa mesa de dimensões mais reduzidas do que as de pool internacional, foi a equipa do ‘Boavista FC 8’, capitaneada por Bruno Araújo – e composta ainda por Hugo Rios, Luís Costa, Ricardo Ferreira, Ricardo Mota, Tiago Dias e Tiago Marques – também com sete vitórias noutros tantos jogos e 21 pontos.

 

Em segundo lugar, classificou-se o SC Beira-Mar/Seritel, com 15 pontos, e a equipa da UD Paço de Sousa fechou o pódio, com 11 pontos, tantos quantos o Coimbra Run Out/Napolitano, mas com melhor saldo de partidas ganhas e concedidas: 51-47 para os nortenhos, 49-51 para a formação conimbricense, no final.

 

No seu percurso imaculado até ao título da 2.ª divisão nacional, o ‘Boavista FC 8’ venceu sucessivamente a Monumental Academy (Coimbra) por 9-5, o SC Beira-Mar/Seritel por idêntico resultado (9-5), a formação do Ubar por 9-4, o CBP São Brás por 9-7, a equipa do Coimbra Run Out por 9-2, o AGU/Smiles Pool Team por 9-0 e a UD Paço de Sousa por 9-4.

 

Durante a Fase Intermédia, a formação axadrezada, liderada por Bruno Araújo, desembaraçou-se dos madeirenses da CCDT Horários do Funchal, ao vencer por 9-7: foram oito jogos e outras tantas vitórias, no total, para o ‘Boavista FC 8’.

 

Só o P. Ferreira conseguiu um empate… e na 3.ª divisão

 

Seis vitórias e um empate – na última jornada, diante do P. Ferreira ‘B’ (8-8), quando já era virtual campeão antes do jogo se iniciar – foi o saldo da equipa do ‘Boavista FC 9’ para se sagrar, ainda e sempre no Hotel das Termas da Curia, campeã nacional de Pool PT da 3.ª divisão por equipas.

 

A formação axadrezada, capitaneada por André Ribas e composta por Bruno Freitas, Carlos Correia, Celso Pereira, João Paulo, Francisco Freitas, Leonel Dias e Pedro Silva, somara, no entanto, meia dúzia de triunfos nas rondas anteriores da Fase Final, para terminar à frente da classificação com 19 pontos.

 

Em segundo lugar, ficou o P. Ferreira, com 14 pontos, com a equipa conimbricense da Monumental Academy a arrecadar o terceiro lugar final, com 13 pontos averbados na prova.

 

No caminho para o título, até ao único empate em 21 jogos das três equipas do Boavista que venceram os três escalões das provas 2020/21 do pool PT (20 vitórias, um empate), a equipa liderada por André Ribas beneficiou da falta de comparência (9-0) dos madeirenses do CP Fajã da Ovelha, bateu depois AB Trofa 9-2, Bolas e Triângulos 9-1, CB Mira/Miramédica por 9-2, AB Gaia/MC Contruções (9-5) e a Monumental Academy (9-4).

 

As fases finais das provas desta variante do bilhar vão, sempre sob a égide da FPB, prosseguir até final do corrente mês de setembro no Hotel das Termas da Curia (Anadia): seguem-se os concursos individuais.

Ler Mais
Comentários (0)

Últimas Notícias

Mundos