Algarve na expectativa

Ciclismo 13-01-2021 08:19
Por Fernando Emílio

Embora reconhecendo as dificuldades da sua realização devido ao confinamento a decretar pelo Governo, o presidente da Federação Portuguesa de Ciclismo (FPC), Delmino Pereira, acredita que a Volta ao Algarve terá condições para ir para a estrada entre 17 e 21 de fevereiro. «Aguardamos pelas decisões que vierem a ser tomadas pelo Governo mas, tal como o futebol profissional, estamos em condições de organizar a corrida com o mínimo de riscos e todas as condições sanitárias, como já aconteceu com a Volta a Portugal», assegurou Delmino Pereira a A BOLA.


«Nesta altura temos tudo previsto ao pormenor, desde o percurso aos hotéis e a um plano sanitário que permite a máxima segurança, sendo essa a imagem que pretendemos passar para as equipas, a de que podem vir ao Algarve sem qualquer problema. Ainda assim e se formos obrigados ao adiamento, o mês de março é uma hipótese viável, que tem de ser muito bem estudada. Por todos os motivos, para nós, o mais importante era manter as datas previstas em fevereiro», insiste o presidente da FPC.

 

Pretensão algo complicada de concretizar, tanto mais que, ao já anunciado cancelamento dos festejos carnavalescos, juntou-se, nos últimos dias, a anulação das reservas hoteleiras com vista aos treinos de motociclismo no Autódromo Internacional do Algarve, depois das autoridades de saúde da região terem proibido todo o tipo de ações em fevereiro. Recorde-se que o traçado de Portimão, tal como o de Jerez, chegou a ser falado como alternativa para substituir o circuito de Sepang, se as sessões de testes de pré-temporada do MotoGP previstas para o circuito malaio, em fevereiro, fossem canceladas. O que veio a confirmar-se ontem, com os promotores do Mundial de motociclismo a anunciarem o cancelamento devido à continuidade da pandemia na Malásia.

 

A ser transferida para março, a realização da Volta ao Algarve poderá acontecer entre 17 e 21, sendo provável que as 14 equipas WorldTeams previstas procedam a algumas alterações, por já existirem competições do calendário World Tour a partir do dia 6, como a Strade Binachi. As provas que diretamente poderão ter influência na Volta ao Algarve serão o Tirreno - Adriático, que finaliza a 16 de março, Milão - San Remo, que se corre dia 20, e Volta à Catalunha, a iniciar dia 22. Uma semana antes coincidiria com Paris - Nice (7 a 14) e Tirreno - Adriático (10 a 16), uma semana depois com Volta à Catalunha (22 a 28) e três clássicas belgas.
 

Ler Mais
Comentários (1)

Últimas Notícias