«O objetivo era o top-10. Estou muito feliz, espero um dia voltar a vestir de rosa»

Volta a Itália 25-10-2020 16:16
Por Redação

João Almeida (Deceuninck-QuickStep), que terminou a Volta a Itália em quarto lugar este domingo, disse que espera «um dia voltar a vestir a camisola» de líder, que usou durante 15 dias.


«Até ao final, era preciso lutar e sofrer. Foi um dia duro, com 15 quilómetros sempre a puxar. Estou muito feliz», disse, após a 21.ª e última etapa, um contrarrelógio até Milão em que ficou apenas a 41 segundos do campeão mundial Filippo Ganna e acabou por conseguir passar o espanhol Pello Bilbao (Bahrain-McLaren) para passar de quinto para quarto lugar.


«O meu objetivo era o 'top 10' e já era muito ambicioso. Terminar em quarto é um sonho. Estou muito grato a toda a minha equipa pelo que fizeram, 'staff', colegas de equipa, todos», disse após esta que foi a sua primeira grande volta disputada em três semanas.

 

Fica assim superado o 5.º lugar de José Azevedo em 2001. «Quinze dias de rosa é uma coisa impressionante e espero um dia voltar a vestir a camisola», desejou, embora o foco contnue a ser em corridas de uma semana». «É bom levar a bandeira portuguesa numa grande Volta, e é impressionante estar à altura do José Azevedo», disse ainda.

Ler Mais
Comentários (27)

Últimas Notícias