Ana Sousa ruma aos EUA para representar os Vikings

Natação 25-05-2020 10:55
Por Miguel Candeias

«Já tenho tudo resolvido. Só falta entregar os papeis da graduação do 12.ª ano porque, quanto ao resto, está tudo tratado», avançou Ana Sousa, de 17 anos, a A BOLA, confirmando que, na próxima temporada, rumará aos Estados Unidos com o objetivo de estudar enfermagem e competir pela Universidade de Cleveland State, da I Divisão da NCAA.


A velocista do Algés, que desde os 13 anos está inserida nas seleções jovens residentes no CAR de Rio Maior, será a segunda portuguesa a atravessar o Atlântico para conciliar os estudos com os treinos da modalidade em que ambiciona chegar aos jogos olímpicos. Até agora apenas a olímpica Tamila Holub tomara decisão idêntica, no verão de 2017, mas optando pela North Carolina State.


Ana será a segunda cidadã de Portugal a vestir as cores dos Vikings - alcunha pela qual são conhecidos os atletas da CSU - já que essa foi também a universidade que o malogrado Rio Abreu escolheu em maio de 1981 e onde viria a bater tudo o que eram recordes da CSU. Não apenas nas provas em que era especialista, mas também nas mais longas. Na altura, Abreu e Paulo Friscknecht, este na USC, foram os primeiros nadadores lusos a irem para os EUA.


«Como o meu primo Gustavo [Santa, ex-Sporting] já está nos Estados Unidos [para onde também foi nadar e estudar], vai ser uma grande ajuda. Será uma experiência diferente e mesmo que as coisas não corram bem - mas espero que sim -, vai ser sempre uma oportunidade que me irá ajudar bastante a evoluir», relata Ana acerca do desafio que a espera.
À frente da equipa masculina e feminina da CSU está Hannah Burandt, que os Vinkings contrataram no início do verão de 2019 para elevar o nível do programa de natação e saltos para a água, após ter sido quatro épocas adjunta na Universidade de Houston.


Especialista de 100 (56,56s) e 200 metros livres (2.02,89), distâncias nas quais, apesar de estar no primeiro ano de sénior, já detém as terceira e quarta melhores marcas de sempre, Ana Sousa também costuma disputar os 400 m livres (4.20,34) e 200 estilos (2.20,57). Distâncias e versatilidade bem apreciadas pelas universidades norte-americanas. Além de multimedalhada nos Nacionais, na temporada passada integrou a seleção júnior no Europeu de Kazan e Mundial de Budapeste e ajudou o Algés à conquista do tri no Nacional de clubes feminino.
 

Ler Mais

A PAIXÃO CONTINUA EM CASA


O momento particular que vivemos determina a permanência das pessoas em casa além do fecho de todas as lojas comerciais alterando dramaticamente os hábitos das pessoas no que toca à leitura e ao acesso à informação.

Neste momento de grandes dificuldades para todos, estamos a trabalhar a 100% para continuar a fazer-lhe companhia todos os dias com o seu jornal A Bola , o site ABOLA.pt e no canal A Bola Tv.

Mas este trabalho só vale a pena se chegar aos seus clientes de sempre sem os quais não faz sentido nem é economicamente sustentável.

Para tanto precisamos que esteja connosco, que nos faça companhia, assinando a versão digital de A Bola e aproveitando a nossa campanha de assinaturas.

ASSINE JÁ

Comentários (0)

Últimas Notícias

Mundos