Bingham afasta Williams (6-2) e segue no Masters

Snooker 15-01-2020 21:58
Por António Barroso

O inglês Stuart Bingham, de 43 anos, 14.º do ranking (e campeão mundial em 2015) garantiu na noite desta quarta-feira a última vaga nos quartos de final do Masters do World Snooker Tour, a decorrer no Alexandra Palace, em Londres, até domingo, dia 19 do corrente mês, ao vencer o galês Mark Williams, de 44 anos, segundo da hierarquia (e tricampeão mundial, em 2000, 2003 e 2018) por 6-2, no último jogo dos oitavos de final da prova.

 

Bingham irá defrontar sexta-feira (19 horas) na próxima ronda o compatriota Kyren Wilson, de 28 anos, oitavo do ranking, nos quartos de final de uma prova em que, nos oitavos de final, caíram seis dos oito(!) cabeças-de-série mais cotados. E do top 10 restam... três profissionais: o escocês John Higgins e os ingleses Kyren Wilson e Shaun Murphy, tamanha a hecatombe de surpresas no Ally Pally, com os menos cotados a superarem expetativas.

 

Agora foi Mark Williams, bicampeão do Masters (1998 e 2003) a cair. Refira-se que no histórico de duelos entre Stuart e Kyren, Bingham venceu três e Wilson oito, em 11. Prova (muito) mais em aberto, porventura como nunca, prognósticos furados: ganha a modalidade, num torneio em que o recordista de vitórias, Ronnie O’Sullivan (7 Masters) declinou participar e no qual o campeão de 2019, Judd Trump, já ficou pelo caminho às mãos de Shaun Murphy (3-6).

 

Os quartos iniciam-se quinta-feira, dia 16 do corrente mês, e jogam-se até sexta-feira, dia 17, com duelo de ingleses, Shaun Murphy-Joe Perry – em 14 duelos até à data, um empate (Premier League), oito vitórias do mágico Murphy e cinco do cavalheiro Perry - a abrir (13 horas).

 

À noite (19 horas, ainda na quinta-feira, John Higgins, na caminhada para um possível terceiro Masters (venceu em 1999 e 2006) mede forças com Ali Carter (30 duelos até à data, um empate na Premier League, 20 vitórias do escocês e nove do inglês). Os vencedores dos jogos de quinta-feira já sabem que se encontram nas ‘meias’.

 

Todos os jogos são à melhor de 11 frames até às meias-finais (inclusive): até um vencer seis parciais (de 6-0 a possíveis 6-5). A final será à melhor de 19: é campeão o primeiro a vencer dez (de 10-0 a possíveis 10-9).

 

O Masters, prova do World Snooker Tour 2019/2020, é reservado aos 16 melhores da hierarquia e não pontua para o ranking. Distribui £725 mil de prémios (€846.592), das quais £250 mil (€291.928) ao campeão. A prova é transmitida para Portugal (EuroSport).

 

Oitavos de final do Masters (apurados a negro):

Ding Junhui-Joe Perry, 3-6 

Mark Selby-Ali Carter, 4-6

Neil Robertson-Stephen Maguire, 5-6

Mark Allen-David Gilbert, 1-6

Judd Trump-Shaun Murphy, 3-6

John Higgins-Barry Hawkins, 6-1

Kyren Wilson-Jack Lisowski, 6-2

Mark Williams-Stuart Bingham, 2-6

 

Quartos de final (hora local e de Portugal continental):

Shaun Murphy-Joe Perry (5.ª feira, 13 horas)

Ali Carter-John Higgins (5.ª feira, 19 horas)

Stephen Maguire-David Gilbert (6.ª feira, 13 horas)

Kyren Wilson-Stuart Bingham (6.ª feira, 19 horas)

 

Meias-finais:

Shaun Murphy/Joe Perry-Ali Carter/John Higgins (sábado, 13 horas)

Stephen Maguire/David Gilbert-Kyren Wilson/Stuart Bingham (sábado, 19 horas)

Ler Mais
Comentários (0)

Últimas Notícias