Grande Prémio Beiras e Serra da Estrela: Iuri Leitão imperial na chegada a Pinhel

Ciclismo Grande Prémio Beiras e Serra da Estrela: Iuri Leitão imperial na chegada a Pinhel

CICLISMO27.05.202320:39

Iuri Leitão (Caja Rural-Seguros RGA) voltou a ser o mais rápido ao impor-se no final da 3.ª etapa do Grande Prémio Beiras e Serra da Estrela, percorrida entre Penamacor e Pinhel na distância de 176,8 km.

Pelas características do percurso, dificilmente uma fuga conseguiria chegar ao fim, a chuva que caiu durante a primeira metade da tirada, não impediu que cinco ciclistas tentasse contrariar as previsões. André Ramalho (Credibom), Angel Sanchez (Tavfer), Charles Page (Bai-Sicasal), Joan Marti Bennassar (Electro Hipper) e Viktor Manakov (Óbidos), foram até às portas de Pinhel os lideres da etapa, o entendimento no grupo levou a que a diferença estivesse muito perto dos 8 minutos, quando estavam percorridos 60 km.

Depois de Viktor Manakov ter abdicado na fuga, Carlos Alvarez e Davidson Ovidor (Portos-Windmob) situaram-se numa posição intermédia mas foram absorvidos sem grandes dificuldades, numa altura em que Burgos-BH, Caja Rural, Glassdrive e Efapel assumiram a perseguição que esteve pelas pontas. Já dentro do ultimo quilómetro os fugitivos foram absorvidos, confirmando-se a previsível chegada em pelotão, com Iuri Leitão (Caja Rural-Seguros RGA) a vencer de forma imperial pelo segundo dia consecutivo.

«A etapa foi mais tranquila que a do dia anterior, mas a chegada muito mais exigente. Coloquei-me bem na subida que antecedia a reta da meta, quando medi a distância sprintei convencido que iria vencer. Estou feliz por ter conquistado duas etapas no grande prémio das Beiras, que premeia o bom trabalho da equipa. Na última etapa irei trabalhar para os meus companheiros de que podem discutir os primeiros lugares, num dia de muita montanha que vai decidir a geral», declarou a A BOLA o ciclista vianense, que somou a quarta vitória em 2023.

A corrida decide-se na ultima etapa no domingo, entre Fundão e Guarda na extensão de 183,7 km, com o pelotão a passar pelas Penhas da Saúde, Alto da Torre, Penhas Douradas e a subida à Guarda.

A supremacia da Burgos-BH conquistada no contrarrelógio por equipas no primeiro dia entre Seia e Gouveia tem prevalecido, com os espanhóis a disporem de quatro ciclista nas primeiras posições em igualdade tempo. Frederico Figueiredo, Artem Nych, Henrique Casimiro e Joaquim Silva, são alguns dos ciclistas que tentarão assaltar o primeiro lugar na chegada à Guarda, em virtude das diferenças serem muito limitadas.

Classificações

3.ª ETAPA PENAMACOR - PINHEL 176,8 KM

1.º Iuri Leitão (Por/Caja Rural-Seguros RGA) 4.29,30 h

2.º Xavier Cañellas Sanchez (Esp/Electro Hiper) mt

3.º Fabio Costa Por/Glassdrive-Q8-Anicolor) mt

4.º Luís Mendonça (Por/Glassdrive-Q8-Anicolor) mt

5.º Henrique Casimiro (Por/Efapel) mt

6.º Gorka Sorarrain (Esp/Bai-Sicasal) mt

7.º Frederico Figueiredo (Por/GlassdriveQ8-Anicolor) mt

8.º Pelayo Sanchez(Esp/Burgos-BH) mt

9.º Pedro Pinto (Por/Efapel) mt

10.º Vicente de Mateos (Por/Aviludo-Louletano) mt

GERAL INDIVIDUAL

1.º Pelayo Sanchez (Esp/Burgos-BH) 8.13,04 h

2.º António Eric Fagundez (Uru/Burgos-BH) mt              

3.º Ander Okamika (Esp/Burgos-BH) mt

4.º Daniel Navarro (Esp/Burgos-BH) mt

5.º Frederico Figueiredo (Por/Glassdrive) a 4 s

6.º James Whelan (Aus/Glassdrive-Q8-Anicolor) mt

7.º Artem Nych (Rus/Glassdrive-Q8-Anicolor) mt

8.º Pedro Pinto (Por/Efapel) a 5 s       

9.º Henrique Casimiro (Por/Efapel) mt

10.º Joaquim Silva (Por/Efapel) mt

PONTOS

1.º Iuri Leitão (Por/Caja Rural-Seguros RGA)        

MONTANHA

1.º José Martin Muñoz (Esp/Electro Hiper Europa)

JUVENTUDE

1.º Duarte Domingues (Por/Glassdrive-Q8-Anicolor)       

EQUIPAS

1.ª Burgos-BH 23.54,30 h

2.ª Glassdrive-Q8-Anicolor a 4 s

3.ª Efapel Cycling a 5 s