Jogadores do Peñarol acusados de assédio sexual

Uruguai 15.06.2022 16:34
Por Redação

Lucas Viatri (35) e Walter Gargano (37), jogadores do Peñarol (Uruguai), estão acusados de delitos de natureza sexual, após terem sido denunciados por duas mulheres que participaram numa festa privada em março passado e que reuniu, igualmente, outros elementos do clube de Montevideu.


As duas mulheres trabalharam no evento e acusaram os futebolistas argentino e uruguaio, respetivamente, de assédio. O promotor responsável pela investigação, Maximiliano Sosa, ordenou a realização de perícias e a recolha de imagens de vídeo das câmaras de vigilância do edifício, bem como de outras câmaras públicas. Valentina Diaz, advogada de ambas as queixosas, confirmou que estão em questão crimes de «ofensas sexuais e ameaças de natureza sexual».


O Peñarol, de momento, decidiu não assumir qualquer tipo de posição sobre os seus futebolistas, pois o evento foi organizado de forma privada e, como tal, estará fora da alçada interna do emblema da capital.


De qualquer maneira, o clube reserva-se ao direito de intervir da forma que julgar mais adequada assim que a justiça se pronunciar sobre o ocorrido. «Isto não tem nada a ver com as nossas atividades, nem os atletas se encontravam em estágio, nem participavam num evento de caráter oficial. Não tomaremos qualquer medida, por enquanto», assumiu o presidente do Peñarol, Ignacio Ruglio.

Ler Mais
Comentários (4)

Últimas Notícias