«Pelé partiu-me um dedo da mão e rasgou a rede»

Brasil 22-10-2021 18:18
Por Redação

Sylvester Stallone, 75 anos, ator norte americano e uma figura incontornável da história recente de Hollywood, recordou um episódio ocorrido com Pelé há 40 anos.

 

Tudo aconteceu durante as gravações do filme ‘Fuga para a vitória’ (1981), que além do ‘Rei’, também contou com a participação de antigas glórias do futebol mundial, como o inglês Bobby Moore ou o argentino Osvaldo Ardiles.

 

No filme em questão, Pelé e companhia formam uma equipa de futebol num campo de concentração nazi e derrotam um combinado de jogadores alemães, enquanto preparam uma fuga arriscada.

Nessa equipa de prisioneiros, Sylvester Stallone era o guarda-redes, particularmente pouco talentoso.

 

Durante as gravações, o ator lesionou-se. E explicou porquê.

 

«Quando fui convidado a participar no filme pensei: jogar futebol não deve ser assim tão difícil, vou aceitar. Depois, a produção entregou-me uma bola com que se jogava nos anos 40 do século passado e não imaginava que fosse tão pesada, parecia que tinha chumbo por dentro», começou por recordar Stallone.

 

Depois, o ator conheceu Pelé e um dos diálogos com o brasileiro ficou-lhe para sempre na memória.

«Já tinha ouvido falar de Pelé e quando fomos apresentados disse-lhe que ia ser o guarda-redes dos prisioneiros. Ele respondeu: ‘A sério? Você já alguma vez jogou à baliza?’. Disse-lhe que não e ele avisou-me: ‘Você fica entre os postes, eu vou fazer uma série de remates e você não vai conseguir defender nenhum’. Pensei que era brincadeira. Só que na primeira vez que ele rematou ouvi um barulho: a bola ia com tanta força que rasgou as redes. Segundos depois, disparou pela segunda vez, mas nessa ocasião consegui tocar na bola com a mão e… ouvi um estalo. O Pelé tinha acabado de me partir um dedo», finalizou.
 

Ler Mais
Comentários (5)

Últimas Notícias

Mundos