Federação italiana contra a Superliga Europeia

Itália 19-04-2021 17:39
Por Redação

O presidente da FIGC, Gabriele Gravina, assumiu que a Federação é contra a Superliga Europeia, que conta com a Juventus, Milan e Inter entre os seus membros.

 

«Repito o nosso não à Superliga Europeia. A única reforma possível é a que nasceu da proposta da UEFA para a Liga dos Campeões, qualquer tentativa de fuga não é permitida e prejudica o futebol europeu. A adesão a este projeto coloca os clubes fora do contexto reconhecido pela FIFA. O patrimônio desportivo e cultural das competições individuais representa uma mais-valia para qualquer torneio internacional. Queremos defender o mérito desportivo e a oportunidade de cada equipa realizar um grande sonho, juntamente com os seus adeptos. O futebol pertence aos adeptos, mas deve ser modernizado e não distorcido. O futebol é participar e compartilhar e não um clube de elites», realçou o máximo dirigente da Federação italiana (FIGC), em conferência de imprensa.

Ler Mais
Comentários (2)

Últimas Notícias