Nuno Dias: «O escudo de campeão nacional não ganha jogos»
Sporting festeja mais um golo (Foto: TIAGO CANHOTO /LUSA)

Nuno Dias: «O escudo de campeão nacional não ganha jogos»

FUTSAL08.09.202321:06

Treinador do Sporting assume que a sua equipa quer entrar com tudo no campeonato, mesmo sabendo que o SC Braga vai oferecer dificuldades à sua equipa; Derrota com o Benfica, para a Supertaça, já foi dissecada

Uma semana depois da derrota diante do Benfica (4-5, após prolongamento), para a Supertaça, o Sporting está pronto para voltar à competição, desta feita com o campeonato nacional no horizonte.

Quem o garante é Nuno Dias que, na antevisão do jogo frente ao SC Braga, marcado para as 21.30 horas deste sábado, no Pavilhão João Rocha, em Alvalade, deu conta da firme vontade da sua equipa em entrar a ganhar na Liga Placard. Em declarações reproduzidas pelos canais de comunicação oficiais do emblema de Alvalade, o técnico leonino sublinha a qualidade existente no plantel dos minhotos, mas, ainda assim, não se coíbe de afirmar que o Sporting só pensa na vitória. 

«Sabemos quais os pontos que temos de melhorar e, sábado [amanhã], frente ao SC Braga, temos de estar preparados, prevenidos e desconfiados para aquilo que o adversário nos vai fazer, porque tem qualidade, investiu, reforçou-se bem e tem um plantel bom, em quantidade e em qualidade. É, na minha opinião, um candidato ao título e é com esse pensamento que vamos encarar o jogo, sabendo das dificuldades, mas assumindo claramente aquilo que nós queremos fazer, e que é ganhar. O SC Braga é uma equipa com jogadores que desequilibram individualmente, que no um contra um são fortes, e depois têm um jogo de pivô, com um que contratou e com outro que já estava, que são fortes fisicamente. Procuram muito o jogo de pivô, de contacto, com pivôs muito físicos, e depois um jogo com um guarda-redes subido, que fazem em muitas alturas do jogo».

O duelo frente aos guerreiros do Minho surge na sequência do desaire com o Benfica, mas Nuno Dias, ao dissecar a partida com os encarnados, conseguiu retirar vários aspetos positivos. Os outros, que não foram tão bons, foram trabalhados para que não se repitam. «O Sporting, na Supertaça, em 40 minutos, esteve 38 minutos a ganhar. E estar 38 minutos a ganhar ao Benfica, da maneira que nós estivemos, diz-me que muitas das coisas que nós fizermos foram bem feitas. Obviamente que outras não foram, por isso é que houve uma recuperação, mas mesmo nas coisas que não fizemos assim tão bem há que dar mérito à reação do adversário, que tem qualidade», assumiu.

Relativamente ao campeonato que agora está prestes a iniciar-se, Nuno Dias é taxativo: o Sporting vai defender o título, é um facto, mas o que quer é voltar a conquistá-lo. «A nossa responsabilidade é a mesma, tendo conquistado todos os troféus ou nenhum. Essa exigência é nossa, somos nós que a colocamos a nós próprios e não tem que ver com aquilo que fizemos no passado. A única coisa que a conquista do passado traz para o presente é um escudo de campeão nacional, mas isso não ganha jogos. Agora é outro ano, outra época desportiva, são outras dificuldades, outras exigências e outros adversários», concluiu o técnico dos leões, que parte para a 11.ª temporada consecutiva ao leme do Sporting e que tem um currículo absolutamente invejável – 8 Campeonatos Nacionais, 7 Supertaças, 6 Taças de Portugal, 4 Taças da Liga, 4 Taças de Honra da AF Lisboa e duas Ligas dos Campeões.

Vídeos

shimmer
shimmer
shimmer
shimmer