Murro na mesa no Palmeiras: «Não é por atirarem bombas que eu vou contratar»
Leila Pereira (FOTO: X/LEILA PEREIRA)

Murro na mesa no Palmeiras: «Não é por atirarem bombas que eu vou contratar»

INTERNACIONAL11.10.202322:37

Presidente do 'Verdão' Leila Pereira, revoltada com os atos de vandalismo dos adeptos devido aos maus resultados

A presidente do Palmeiras, Leila Pereira, falou esta quarta-feira em conferência de imprensa e mostrou-se mais uma vez revoltada com os atos de vandalismo por parte dos adeptos da principal claque do clube, que vandalizaram a sede social do clube e mais de 40 lojas da Crefisa, empresa de Leila e que patrocina o Palmeiras.

«Não é por atirarem bombas que eu vou contratar. Pressão é normal, mas é inadmissível atos de vandalismo contra um parceiro que está há nove anos a colaborar com o clube. Quando a Crefisa e a Fam chegaram, em 2015, um ano antes o Palmeiras estava quase despromovido. O Palmeiras em 2014 estava quase despromovido e só não aconteceu... Não foi por mérito do Palmeiras, vocês sabem disso, o adepto sabe disso. Nós chegámos nessa situação e ninguém nos procurou, nós é que oferecemos de forma espontânea. Esta pressão dos adeptos não vai mudar uma vírgula do que nós pensamos para o Palmeiras», vincou.

Recorde-se que o 'verdão' falhou a final da Libertadores e está praticamente fora da luta pelo título. «Não é por tocarem tambor e atirarem bombas que eu vou contratar jogadores. Esses atos de vandalismo contra uma patrocinadora que só colaborou com o Palmeiras... Na pandemia, enquanto a maioria dos patrocinadores cortaram os patrocínios, a Crefisa e a Fam em nenhum momento suspenderam os pagamentos. Por isso é que o Palmeiras conseguiu manter o emprego dos nossos trabalhadores», lembrou.

Desde que a Crefisa começou a investir no clube, em 2015, o Palmeiras conquistou duas Taças Libertadores (2020 e 2021), duas Taças do Brasil (2015 e 2020), três Campeonatos do Brasil (2016, 2018 e 2020), três Campeonatos Paulistas (2020, 2022 e 2023), uma Supertaça do Brasil (2023) e uma Supertaça sul-americana (2022).