João Paulo Correia fala sobre a violência nos estádios e o diferendo Évora-Pichardo

Desporto João Paulo Correia fala sobre a violência nos estádios e o diferendo Évora-Pichardo

NACIONAL20.03.202320:50

Declarações de João Paulo Correia, secretário de Estado da Juventude e do Desporto, que esta noite marca presença na gala do jornal ‘O Gaiense’:

Sobre balanço do mandato:

«Balanço francamente positivo. As áreas que definimos como prioritárias tem resultados à vista.»

Sobre o combate à violência:

«As organizações desportivas e os seus dirigentes e promotores de competições estão, em conjunto com o Governo, empenhados no combate à violência no Desporto. Temos uma série de medidas que apostam na prevenção, mas também medidas de força de combate à violência, que já foram aprovadas no Parlamento.»

«Não há nenhuma legislação que, por si só, consiga combater e terminar a 100 por cento a violência no Desporto. Precisamos muito do empenho de todos os agentes envolvidos porque, até como adeptos, é uma missão para a qual estamos todos convocados. É uma missão de todos os dias apoiada pela nova legislação.»

«Queremos que os nossos recintos desportivos sejam cada vez mais seguros, onde as famílias possam estar. Não podemos ter pessoas com receio de ir aos estádios e pavilhões.»

Sobre o diferendo entre Nélson Évora e Pedro Pichardo, atletas do triplo-salto:

«Foi um pequeno conflito entre dois grandes campeões do desporto português. Todos nós festejámos as conquistas do Pedro Pichardo e do Nélson Évora. Estão na galeria do desporto nacional e merecem a nossa admiração.»

«Como em todas as crises, tem de imperar o bom senso, esperando que este episódio não se repita. A questão da nacionalização dos atletas foi algo que nunca levantou polémica ou dúvida, é um não assunto.»