«Já fui chamado de burro muitas vezes. O meu nome é Luxemburgo, se trocar o ‘g’ por ‘r’ fica Luxemburro. Muito fácil»
Vanderlei Luxemburgo, treinador do Corinthians
Foto: IMAGO

«Já fui chamado de burro muitas vezes. O meu nome é Luxemburgo, se trocar o ‘g’ por ‘r’ fica Luxemburro. Muito fácil»

INTERNACIONAL19.09.202310:43

Treinador do Corinthians admite pressão

O empate do Corinthians em casa com o Grêmio por 4-4 não agradou, naturalmente, ao treinador Vanderlei Luxemburgo, que mesmo assim não perdeu o humor quando questionado sobre se tinha ouvido vaias e assobios no estádio.

«Já fui vaiado algumas vezes, chamado de burro. Até porque o meu nome é Luxemburgo. Se trocar o ‘g’ por um ‘r’ fica Luxemburro. Então fica muito fácil. Hoje não ouvi, não percebi, não posso comentar.»

«Não tenham dúvidas que estou incomodado com a falta de vitórias, se não estiver incomodado há alguma coisa errada. Temos que entrar para ganhar, precisamos fugir dali [perto da zona de despromoção], estamos a só três pontos das posições de descida. Tem de me incomodar a mim e aos jogadores, incomodar todos para podermos avançar. Quando estávamos invictos há 11 jogos, as perguntas eram de invencibilidade», notou, referindo que sabe que existe pressão:

«Sou técnico do Corinthians e o Corinthians não está bem, não tenho dúvida de que vai vir [pressão] para cima de mim. Desde sempre é assim no Brasil.»