FC Porto não sai do nulo em Braga e vê Benfica a 10 pontos (veja o resumo)

Liga FC Porto não sai do nulo em Braga e vê Benfica a 10 pontos (veja o resumo)

NACIONAL19.03.202319:57

Empate a zero na Pedreira entre SC Braga e FC Porto com sabor a vitória para Benfica, na luta pelo campeonato, e Sporting, no objetivo de ainda chegar aos lugares de Champions.

Cinco dias após terem sido eliminados da Liga dos Campeões nos oitavos de final, no Dragão, diante do Inter, com outro nulo, os dragões hipotecaram o sonho de revalidar o título, agora que olham para cima e veem o Benfica 10 pontos à frente a nove jornadas do fim. Mas continuam na vice-liderança, posição de acesso direto à prova milionária, protegidos por dois pontos de avanço sobre os bracarenses e oito a mais do que o Sporting (menos um jogo). Em caso de vitória dos leões em Barcelos, a equipa de Rúben Amorim reduzirá a distância para os dois da frente.

Um chapéu de Taremi, ao minuto 12, bola a passar perto do poste da baliza de Matheus, confirmou o melhor começo dos portistas, sol de pouca dura, no entanto, porque o SC Braga subiu gradualmente de produção e em duas ocasiões obrigou Diogo Costa a mostrar-se, a travar remates de Bruma (16’) e Abel Ruiz (18’).

O descontentamento de Sérgio Conceição com a exibição descolorida dos azuis e brancos notou-se aos 39’, quando trocou Rodrigo Conceição e Grujic por Eustaquio e Galeno. Ao intervalo, voltou a mexer, Wendell a sair, Zaidu a entrar.

Início mais forte do FC Porto na segunda metade, conforme se viu em remate de Galeno para Matheus voar (50’), antes de Ricardo Horta falhar o alvo por pouco (55’) e testar depois a atenção de Diogo Costa (66’).

Numa reta final de cortar a respiração, Evanilson dispôs da oportunidade mais flagrante, a desviar de pé esquerdo ao lado só com Matheus pela frente. E que dizer de Pizzi? Em campo a partir dos 88’, rematou sem direção na área (90+3’) e no derradeiro lance do encontro, cara a cara com Diogo Costa, preferiu o passe quando se exigia que rematasse.