«Estamos confiantes, mas não é o fim do mundo se não nos qualificarmos para a fase de grupos»

Vitória de Guimarães «Estamos confiantes, mas não é o fim do mundo se não nos qualificarmos para a fase de grupos»

NACIONAL26.07.202315:58

O presidente do Vitória partiu esta quarta-feira para a Eslovénia, onde amanhã os conquistadores defrontam o NK Celje na 1.ª mão da 2.ª pré-eliminatória da Liga Conferência, com muita confiança.

«É um jogo importante para nós, queremos ter um bom desempenho na Europa e estamos com muita expectativa. Mas é preciso lutar para que as coisas nos corram bem. Estou confiante e otimista», declarou António Miguel Cardoso, já no Aeroporto Francisco Sá Carneiro.

O dirigente aponta claramente à fase de grupos da prova, mas relativiza um eventual insucesso.

«Para nós, neste momento, é importante passar esta eliminatória, mas temos de ir passo a passo. Claro que gostávamos muito de ir à fase de grupos, é muito importante, mas não é o fim do mundo se não nos qualificarmos. Mas tudo faremos para que as coisas nos corram bem para que possamos chegar», afirmou António Miguel Cardoso, destacando a união reinante no castelo:

«Temos tido muita serenidade, muita calma, no trabalho que estamos a desenvolver, por isso estamos todos muito confiantes. Temos uma equipa convicta daquilo que vale, pelo que estamos cheios de motivação e de energia para começar a jogar. Vamos ter um mês de agosto complicado, é importante que o seja porque é sinal de que passamos as eliminatórias. Uma coisa muito importante no Vitória, hoje, é que, sócios, massa adepta, SAD, jogadores e equipa técnica, estamos todos unidos e se assim for vai ser sempre mais fácil.»