Conselho de Disciplina vai analisar relatórios da confusão

FC Porto Conselho de Disciplina vai analisar relatórios da confusão

NACIONAL16.05.202309:35

A confusão que se instalou no relvado do Dragão aos 90+3’, depois do golo de Namaso que garantiu a vitória do FC Porto sobre o Casa Pia, por 2-1, será objeto de uma análise por parte do Conselho de Disciplina (CD) da FPF. O órgão disciplinar vai ler os relatórios do árbitro Manuel Oliveira e dos delegados da Liga, Alexandre Bento e Faustino Santos, e avaliar se há motivo para agir disciplinarmente, sendo que, neste aspeto, o FC Porto está aparentemente salvaguardado no que se refere à leitura do árbitro.


Apesar do aparato, com troca de palavras azedas entre Sérgio Conceição e o filho Rodrigo Conceição e o adjunto do Casa Pia, Vasco Matos, do gesto polémico do treinador do FC Porto a dar a entender que alguém recebeu dinheiro e dos veementes protestos do administrador da SAD, Luís Gonçalves, no final da partida, o juiz entendeu não haver razões para agir disciplinarmente. Conceição foi, além disso, travado pelo 4.º árbitro, Hélder Carvalho, quando parecia dirigir-se para o banco dos gansos, depois de sucessivas bocas que lhe foram lançadas ao longo do jogo por Vasco Matos.  


Os relatórios dos delegados poderão ter uma visão mais ampla do quadro, cabendo, portanto, ao CD ler a informação vertida e avaliar se há matéria de facto para agir. É seguro que o FC Porto será multado pelo atraso de sete minutos com que regressou ao relvado para o 2.º tempo - um dos delegados cronometrou o atraso no túnel. O intervalo teve 22 minutos.

Leia mais na edição impressa ou digital de A BOLA

Vídeos

shimmer
shimmer
shimmer
shimmer