Confira a lista de melhores marcadores do Euro 2024
Harry Kane a celebrar o golo do empate da Inglaterra frente aos Países Baixos nas meias-finais do Euro 2024

Confira a lista de melhores marcadores do Euro 2024

INTERNACIONAL10.07.202422:10

Harry Kane junta-se a Schranz, Musiala, Mikautadze, Gakpo e Olmo na frente, todos com três golos, com o espanhol e o inglês a discutirem esse título na final

A apenas um jogo do fim do Euro 2024, Jamal Musiala, da Alemanha, Georges Mikautadze, da Geórgia, Ivan Schranz, da Eslováquia, Cody Gakpo, dos Países Baixos, Dani Olmo, da Espanha, e, agora, Harry Kane, da Inglaterra, partilham todos a liderança da lista de marcadores desta fase final, com três golos cada.

No entanto, Olmo conta ainda com duas assistências nesta fase final, pelo que, tecnicamente, está à frente dos seus colegas de profissão. Referir também que apenas o espanhol e o inglês continuam ainda na competição... pelo que essa decisão será também discutida no derradeiro jogo da competição.

- Três golos:

Jamal Musiala (Alemanha)

Ivan Schranz (Eslováquia)

Dani Olmo (Espanha)

Georges Mikautadze (Geórgia)

Harry Kane (Inglaterra)

Cody Gakpo (Países Baixos)

- Dois golos:

Florian Wirtz (Alemanha)

Kai Havertz (Alemanha)

Niclas Füllkrug (Alemanha)

Fabián Ruiz (Espanha)

Jude Bellingham (Inglaterra)

Donyell Malen (Países Baixos)

Razvan Marin (Roménia)

Breel Embolo (Suíça)

Merih Demiral (Turquia)

- Um golo:

Klaus Gjasula (Albânia)

Nedim Bajrami (Albânia)

Qazim Laçi (Albânia)

Emre Can (Alemanha)

Ilkay Gündogan (Alemanha)

Christoph Baumgartner (Áustria)

Gernot Trauner (Áustria)

Marcel Sabitzer (Áustria)

Marko Arnautovic (Áustria)

Michael Gregoritsch (Áustria)

Romano Schmid (Áustria)

Kevin De Bruyne (Bélgica)

Youri Tielemans (Bélgica)

Andrej Kramaric (Croácia)

Luka Modric (Croácia)

Lukás Provod (Chéquia)

Patrik Schick (Chéquia)

Tomás Soucek (Chéquia)

Christian Eriksen (Dinamarca)

Morten Hjulmand (Dinamarca)

Scott McTominay (Escócia)

Ondrej Duda (Eslováquia)

Erik Janza (Eslovénia)

Zan Karnicnik (Eslovénia)

Álvaro Morata (Espanha)

Dani Carvajal (Espanha)

Ferran Torres (Espanha)

Lamine Yamal (Espanha)

Mikel Merino (Espanha)

Nico Williams (Espanha)

Rodri (Espanha)

Kolo Muani (França)

Kylian Mbappé (França)

Khvicha Kvaratskhelia (Geórgia)

Barnabás Varga (Hungria)

Kevin Csoboth (Hungria)

Bukayo Saka (Inglaterra)

Ollie Watkins (Inglaterra)

Alessandro Bastoni (Itália)

Mattia Zaccagni (Itália)

Nicolò Barella (Itália)

Memphis Depay (Países Baixos)

Stefan de Vrij (Países Baixos)

Wout Weghorst (Países Baixos)

Xavi Simons (Países Baixos)

Adam Buksa (Polónia)

Krzysztof Piatek (Polónia)

Robert Lewandowski (Polónia)

Bernardo Silva (Portugal)

Bruno Fernandes (Portugal)

Francisco Conceição (Portugal)

Denis Dragus (Roménia)

Nicolae Stanciu (Roménia)

Luka Jovic (Sérvia)

Dan Ndoye (Suíça)

Kwadwo Duah (Suíça)

Michel Aebischer (Suíça)

Remo Freuler (Suíça)

Ruben Vargas (Suíça)

Xherdan Shaqiri (Suíça)

Arda Güler (Turquia)

Cenk Tosun (Turquia)

Hakan Çalhanoglu (Turquia)

Kerem Aktürkoglu (Turquia)

Mert Müldür (Turquia)

Samet Akaydin (Turquia)

Mykola Shaparenko (Ucrânia)

Roman Yaremchuk (Ucrânia)

- Na própria baliza:

Klaus Gjasula (Albânia) a favor da Croácia

Antonio Rudiger (Alemanha) a favor da Escócia

Maximilan Wöber (Áustria) a favor da França

Jan Vertonghen (Bélgica) a favor da França

Robin Hranác (Chéquia) a favor de Portugal

Le Normand (Espanha) a favor da Geórgia

Riccardo Calafiori (Itália) a favor da Espanha

Donyell Malen (Países Baixos) a favor da Áustria

Mert Muldur (Turquia) a favor dos Países Baixos

Samet Akaydin (Turquia) a favor de Portugal