Bélgica de Martínez foi a seleção europeia mais velha no último ano

FIFA Bélgica de Martínez foi a seleção europeia mais velha no último ano

INTERNACIONAL23.03.202300:02

O Kuwait, com média de idades de 29,76 anos por cada vez que a sua seleção se apresentou em campo nos anteriores 12 meses, foi a seleção com média etária mais elevada de entre as 126 analisadas nos últimos 365 dias Observatório do Futebol do CIES (Centre Internationale d’Etudes du Sport, na Suíça), enquanto as Bahamas, com média de idades de 22,82 anos, foi a que jogadores mais novos apresentou, revela a organização, em publicação divulgada esta quarta-feira.

Na Europa, a seleção que apresentou maior média de idades foi… a Bélgica, então comandada pelo agora selecionador de Portugal, o espanhol Roberto Martínez, com média de idades de 29,40 anos, seguida pela Turquia, com 25,07 anos de média etária.

No Mundial do Catar-2022, os valores médios etários mais baixos registados foram os das seleções dos EUA, com 24,74 anos, Equador (25,78 nos) e um dos adversários de Portugal na fase de grupos, no Grupo H, o Gana, com 25,97 anos de idade média dos jogadores apresentados em campo no somatório dos três jogos efetuados.

Conclui o Observatório do Futebol do CIES que a percentagem de jogadores sub-21 utilizados na fase final da prova da FIFA foi de «apenas 10,2 por cento do total», valor reduzido quando comparado com os «32,7 por cento de futebolistas com idades compreendidas entre os 22 e 25 anos, 31,5 por cento de jogadores na faixa etária dos 26 aos 29 anos e 25,6 por cento de futebolistas com 30 anos de idade ou mais».

A média etária da Seleção, 24.ª mais idosa entre as 126, foi 28,8 anos, com 5,2 por cento de jogadores sub-21, 33,1 por cento de futebolistas entre os 22 e 25 anos, 33,6 por cento de jogadores com idades dos 26 aos 29 anos e com 27,4 de ‘trintões’ (pelo menos) como CR7 e (o agora já ‘quarentão’) Pepe.