Bah corre para o onze

Benfica Bah corre para o onze

NACIONAL27.04.202314:00

Se durante quase toda a temporada se disse que Roger Schmidt não era treinador de fazer grandes mudanças, que o treinador alemão elegeu um onze e daí não sai, a série de quatro jogos sem vencer parece ter mudado um pouco o paradigma. Frente ao Estoril, a grande surpresa chamou-se João Neves. A meia surpresa foi Aursnes ter atuado como lateral-direito. E o que menos espanto provocou foi o lançamento de Neres como titular, o elemento que nesta fase parece mais fresco, mais desequilibrador, parece o mais repentista.


E esta mudança na gestão do treinador traz agora muitas dúvidas para a abordagem que será feita para o jogo em Barcelos com o Gil Vicente. Bah pode recuperar, mas ainda não é certo e começa aí a incerteza: Gilberto terá perdido definitivamente o comboio ou após o Estoril volta a merecer confiança?


Neste momento é possível dizer que Bah está recuperado? Sim, a estimativa das quatro semanas está praticamente cumprida e o defesa terá condição clínica para ir a jogo. Mas outra coisa é a condição física, o ritmo, a capacidade de suportar 90 minutos com garantia de que não corre riscos de ser lançado antes do tempo. E é aí que entra a incerteza. Ontem, na condição que apresentava, provavelmente a equipa técnica poderia não arriscar, mas com o tempo que falta até ao encontro de Barcelos tudo pode mudar e Alexander Bah tem margem para estar entre os convocados.


E se tal acontecer a titularidade espera por ele, já que a lesão não motivou longa ausência e as rotinas de uma temporada inteira como titular dão-lhe condição de recuperar o seu lugar, o que numa fase determinante da época é de vital importância para o Benfica, já que o dinamarquês tem sido de um rigor defensivo de assinalar e consegue ainda ser ofensivo o suficiente para ter marcado um golo e feito três assistências na Liga.


Gestão dos cartões
Este é o único caso clínico no Benfica, mas há outro dado a obrigar Schmidt a pensar. No setor defensivo, o que mais fragilizado nos últimos tempos, António Silva, Otamendi e Grimaldo estão em risco de exclusão por acumulação de cartões amarelos e como o compromisso que se segue é com o SC Braga, que ainda segue na luta pelo título, existe a possibilidade de algum deles ser poupado a um jogo que se prevê intenso, mas é improvável porque que a margem de erro das águias é curta.
E é por isso que deverão ir todos eles a jogos e dessa forma ultrapassar mais um obstáculo. É a lógica de que cada jogo é uma final.
 

Vídeos

shimmer
shimmer
shimmer
shimmer