Adidas dá início a processo para vender a Reebok

Desporto 16-02-2021 17:29

"Depois de equacionar cuidadosamente, chegámos à conclusão de que a Reebok e a Adidas poderão melhorar significativamente o seu potencial de crescimento de forma independente", realçou Kasper Rorsted, conselheiro delegado da Adidas.

José Carlos Lourinho

A Adidas vai mesmo avançar para a venda da Reebok pelo que o gigante de vestuário alemão já iniciou o processo formal para concretizar esta operação, de acordo com comunicado oficial divulgado esta terça-feira.

A empresa começou a equacionar esse cenário no passado mês de outubro e dois meses depois, anunciou que estava a avaliar “alternativas estratégicas”. A marca alemã adquiriu a Reebok em 2005 por 3,3 mil milhões de euros.

Recorde-se que a Adidas encontra-se concentrada num plano estratégico que se irá prolongar durante os próximos quatro anos, um plano que visa concentrar esforços para reforçar a sua posição no mercado mundial de artigos desportivos.

A Adidas prepara-se para avançar mais detalhes sobre esta operação no próximo dia 10 de março, algo que coincide com a apresentação dos resultados anuais.

“Depois de equacionar cuidadosamente, chegámos à conclusão de que a Reebok e a Adidas poderão melhorar significativamente o seu potencial de crescimento de forma independente”, realçou Kasper Rorsted, conselheiro delegado da Adidas.

Em 2005, o grupo alemão pagou 59 dólares (49 euros) por cada ação da Reebok, o que representou um lucro de 34,2% para os seus proprietários. A Adidas também assumiu uma dívida de 69 milhões e, no mesmo ano, vendeu a Salomon à Amer Sports por 485 milhões de euros.

Ler Mais