Jogador do FC Barcelona interessado em comprar direitos televisivos da liga italiana

Desporto 14-01-2021 15:05

A Série A iniciou o processo de venda dos direitos televisivos para as temporadas 2021/22, 2022/23 e 2023/24, com a intenção de ultrapassar os mil milhões em receita por temporada. O organismo também está a planear criar o seu próprio canal de televisão, o canal “Lega”.

João Tereso Casimiro

Gerard Piqué, jogador do FC Barcelona e internacional pela seleção espanhola, é uma das partes interessadas em adquirir os direitos televisivos da primeira liga italiana (Série A), através da sua empresa Kosmos Global Holding, avança o portal “Palco 23”.

A Série A iniciou o processo de venda dos direitos televisivos para as temporadas 2021/22, 2022/23 e 2023/24, com a intenção de ultrapassar os mil milhões em receita por temporada. O organismo também está a planear criar o seu próprio canal de televisão, o canal “Lega”.

A Kosmos Global Holding é um grupo criado em Barcelona em 2017 com o apoio de Hiroshi Mikitani, presidente e CEO da Rakuten (principal patrocinador do FC Barcelona), que está a construir um portefólio global de empresas ligadas ao desporto, media e entretenimento, sendo responsável pela nova Copa Davis, o produtor de conteúdo Kosmos Studios e como acionista maioritário do FC Andorra.

Além de Piqué, a plataforma over-the-top (OTT) da “Dazn”, a empresa de marketing desportivo Infront, a agência Img, o fundo Aser (de propriedade de Andrea Radrizzani, dona do Leeds), a produtora Mediapro e a Disney através do canal “Espn”, são candidatos a assumir os direitos televisivos internacionais da Serie A.

Enquanto se aguarda o conhecimento das propostas relativamente aos direitos televisivos nacionais, já foram apresentadas 49 propostas respeitantes aos direitos televisivos internacionais, correspondentes a 35 rádios e 14 agências intermediárias de direitos, interessadas nas licenças para transmitir a liga italiana para além das fronteiras do país, conforme relatado pelo jornal italiano “Gazzetta dello Sport”.

Ler Mais