Neymar não pagou 34,6 milhões de euros ao Fisco espanhol

Desporto 30-09-2020 17:15

De acordo com a Autoridade Tributária espanhola, o brasileiro não terá pago os 34,6 milhões de euros respeitantes ao valor que recebeu com a renovação de contrato pelo FC Barcelona.

João Tereso Casimiro

A Agência Tributária espanhola acaba de divulgar a lista de devedores ao fisco onde está incluído o futebolista internacional brasileiro, Neymar. Segundo o Tesouro espanhol, o jogador do Paris Saint-Germain não pagou 34,6 milhões de euros relativos a impostos quando atuava no FC Barcelona, segundo conta o jornal “El Economista” esta quarta-feira, 30 de setembro.

Neymar encabeça a lista de devedores ao fisco espanhol, numa altura em que as dividas iguais ou superiores a um milhão de euros caíram 2,4%. Para retirar o seu nome da lista, o futebolista brasileiro terá de cobrir o valor em, pelo menos, 33,6 milhões de euros, uma vez que só as pessoas com dividas superior a um milhão de euros figuram na lista.

Outra das hipóteses, ainda que altamente improvável, é que a divida prescreva ou seja decretada insolvência definitiva da pessoa em questão, entre outros.

A origem da divida está relacionada com a saída de Neymar do FC Barcelona, onde atuou entre 2013 e 2017, antes de se transferir para PSG por 222 milhões de euros, protagonizando a transferência mais cara do futebol mundial. Na altura, o fisco espanhol abriu uma investigação aos alegados bónus que o internacional brasileiro teria recebido com a renovação de contrato que antecedeu a sua, inesperada, saída.

De acordo com a Autoridade Tributária espanhola, o brasileiro não terá pago os 34,6 milhões de euros respeitantes ao valor que recebeu com a renovação de contrato pelo clube espanhol.

Ler Mais