Cristiano Ronaldo torna-se no primeiro ‘billion-dollar man’ do futebol

Desporto 05-06-2020 09:13

O português atinge assim um registo financeiro que apenas tinha sido alcançado pelo golfista Tiger Woods em 2009 e o pugilista Floyd Mayweather em 2017.

Rodolfo Alexandre Reis

Ao ter faturado 92 milhões de euros em 2019, Cristiano Ronaldo atingiu a marca do bilião de dólares tornando-se no primeiro futebolista a conseguir alcançar tal feito, de acordo com a publicação da revista “Forbes” na quinta-feira, 4 de junho.

O português entrou no ano passado para o quarto lugar do top-100 da “Forbes Celebrity”, um posto acima de Lionel Messi do FC Barcelona. O jogador da Juventus atinge assim um registo financeiro que apenas tinha sido alcançado pelo golfista Tiger Woods em 2009 e o pugilista Floyd Mayweather em 2017.

Ao longo da sua carreira de 17 anos, Cristiano Ronaldo já faturou dentro dos relvados 572 milhões de euros e deverá atingir os 672 milhões em salários em 2022, altura em que o seu contrato com a Juventus termina. Lionel Messi , que começou a jogar profissionalmente três anos depois de Ronaldo, ganhou um total de 532 milhões de euros em salários desde 2005.

A Nike paga atualmente 17 milhões de euros anuais ao português que assinou um contrato vitalício em 2016, com a marca desportiva, sendo apenas o terceiro atleta a fazê-lo depois de Michael Jordan e LeBron James.

O único atleta que ficou mais perto de alcançar os dois astros do futebol foi o antigo jogador de baseball do New York Yankees Alex Rodriguez, que se retirou em 2016, após 22 anos de carreira, tendo ganho 396 milhões de euros em salário.

Nem mesmo David Beckham conseguiu aproximar-se de Cristiano Ronaldo e Lionel Messi, tendo encerrado a sua carreira com ganhos totais de 440 milhões de euros, metade dos quais provenientes de atividades fora do futebol.

Ler Mais