Nike permite que o Liverpool termine a época equipado com New Balance

Economia da Bola 24-05-2020 10:58

Acordo de patrocínio da marca norte-americano com o clube da Premier League começa a 1 de julho, mas, tendo em conta que a temporada 2019-2020 continuará ser jogada após essa data, a Nike vai permitir que o clube finalize o ano com o seu patrocinador atual.

José Carlos Lourinho

É uma espécie de ‘fair play’ entre gigantes dos equipamentos desportivos mundiais e envolve o atual campeão europeu e mais do que provável vencedor da edição 2019/2020 da Premier League. Para facilitar o final da temporada do Liverpool FC, a Nike vai permitir que o campeão da Europa continue equipada com a marca New Balance até ao final da temporada, pode ler-se no site “Palco 23”.

O clube da Premier League assinou um acordo de patrocínio com a marca norte-americana que entra em vigor a partir de 1 de julho. Uma vez que nesta data ainda estará a ser jogada a Premier League, devido à paragem provocada pela pandemia de Covid-19, a empresa com sede nos EUA optou por permitir ao clube finalizar a atual campanha com o seu atual patrocinador: a New Balance.

O Liverpool anunciou em janeiro um contrato de patrocínio milionário com a Nike para os próximos anos, deixando assim a New Balance. O clube inglês e a empresa norte-americana não revelaram dados oficiais da duração do vínculo e dos valores envolvidos mas estima-se que as verbas envolvidas rondem os 80 milhões de euros.

Um valor que se traduz nos 35 milhões de euros que serão recebidos pelo clube a partir da temporada 2020-21 e aos quais serão adicionados, de acordo com a “BBC”, 20% das vendas de equipamentos.

Um número que fará do contrato do Liverpool com a Nike o quarto maior do mercado, ficando apenas atrás do Real Madrid (que assinou com a Adidas por 110-120 milhões de euros), do FC Barcelona (105 milhões de euros mais variáveis ​​com a Nike) e do Manchester United (cerca de 94 milhões com a Adidas).

Este acordo com a Nike marca o fim de uma etapa do Liverpool com a New Balance, marca que patrocinava os ‘reds’ desde 2015 e que injetou um valor aproximado de 50 milhões de euros nos cofres da equipa.

Ler Mais